Coin News

Youtuber de criptomoedas desiste de processar colega que o acusou de promover golpes: “Sou o perdedor”

25 Aug, 20225 min readBitcoin
Youtuber de criptomoedas desiste de processar colega que o acusou de promover golpes: “Sou o perdedor”

O comentarista cripto no YouTube Ben Armstrong, também conhecido como BitBoy Crypto, anunciou, na quarta-feira (24), que estava desistindo da acusação contra Erling Mengshoel Jr., ou Atozy, pois nunca pretendia tornar o processo público.

“Acho que não entendi que meu nome agora ficou tão grande que se eu abrisse um processo, [meu nome] será encontrado e ficará público”, disse ele em um prólogo de 16 minutos em seu programa diário. “É óbvio que, se eu [soubesse] que isso viria a público, eu não o teria feito.”

Todos os processos judiciais federais são registrados publicamente. A ação de Armstrong foi um caso federal porque envolvia impactos e prejuízos acima de US$ 75 mil, além do fato de Armstrong e Mengshoel viverem em estados diferentes.

Os advogados de Armstrong enviaram a acusação via pedido de julgamento por júri no dia 12 de agosto em um tribunal na cidade de Atlanta, Geórgia.

“Vamos desistir do processo, 100%”, afirmou Armstrong. “Me desculpe por isso ter vindo a público. Me desculpe por isso ter sido mal interpretado.”

“Isso não era pra ter sido um processo de zoeira”, explicou ele, provavelmente se referindo a “processos estratégicos contra a participação pública” (ou SLAPPs, na sigla em inglês), cuja intenção é silenciar críticas sem fundamento.

“Quando alguém sugere que você pode ter problemas com a SEC, isso não é fútil. É um problema muito, muito sério.”

“Eu realmente acredito que eu provavelmente seja a pessoa mais mal compreendida do [setor] cripto”, afirmou Armstrong.

Disputa do Youtuber

A disputa é em relação a um vídeo que Mengshoel publicou em novembro de 2021, intitulado “This Youtuber Scams His Fans… BitBoy Crypto” — ou “Esse YouTuber Engana Seus Fãs…”, em tradução livre.

No vídeo, Mengshoel chama Armstrong de “um youtuber canalha e absolutamente desprezível” e afirma que este promoveu criptomoedas ruins e falhou em adequadamente avisar que alguns conteúdos promovidos eram patrocinados.

Em resposta ao processo judicial, Mengshoel publicou um vídeo intitulado “I got sued” — ou “Fui processado” — na terça-feira (23).

Ele explicou detalhes sobre a disputa judicial, destacando que recebeu uma ordem de não fazer de Armstrong em dezembro, “que foi a primeira vez que vomitei por estresse — zero entre 10 [pessoas] não recomendariam”.

Ao reiterar que a intenção de seu canal é “cobrir coisas estúpidas que acontecem na internet”, ele disse que o escalonamento para uma ação judicial é “uma enorme inconveniência”. Ainda assim, Mengshoel disse que pretende lutar contra o processo.

“Vou me defender porque não acredito que as pessoas devem apenas ser capazes de jogar dinheiro em advogados e fazer suas ações desonestas sumirem”, disse. “Não acho que pessoas devem ser recompensadas por abrir processos absurdos.”

“Acredito que seja loucura que eu esteja sendo processado por expressar minhas próprias opiniões”, continuou. “Imagine quão frágil você precisa ser para fazer isso.”

Mengshoel também mencionou que ele pode ter despesas jurídicas entre US$ 50 mil e US$ 500 mil. Ele publicou o link de uma campanha no GoFundMe além de endereços Bitcoin e Ethereum para quem quiser fazer doações.

“Muito obrigado, galera, pelo apoio porque eu realmente preciso disso neste momento e tem sido difícil. Toda essa situação tem sido diferente de tudo com o que já lidei”, explicou.

“Se sobrarem fundos depois disso, irei doá-los a diversas caridades porque não tenho a intenção de lucrar ao arrecadar o dinheiro de vocês.”

A campanha no GoFundMe já arrecadou cerca de US$ 53,6 mil. Além disso, em resposta ao pedido de ajuda no Twitter de Mengshoel, o famoso membro do CriptoTwitter Jordan Fish, também conhecido como Cobie, doou US$ 100.100 na stablecoin USDC.

He did it — Crockpot (@crockpot_xyz) August 24, 2022

Em resposta ao anúncio de Armstrong, Mengshoel publicou no Twitter que sua causa arrecadou cerca de US$ 200 mil e que, quando o processo for oficialmente revogado, ele irá reembolsar as doações. “Obrigado, galera, por me salvar”, tuitou.

From what I’ve heard Bitboy will be pulling the lawsuit. I’m blown away from the support.In less than 24 hours we raised roughly $200,000 USDOnce I have the confirmation it’s officially pulled. I will be refunding everyone who donated. Thank you guys for saving me.— atozy (@atozy) August 24, 2022

Armstrong disse que estava apenas tentando defender sua reputação e fazer com que Mengshoel removesse o vídeo — ou o editasse para remover as informações falsas.

“Isso era tudo o que eu queria. Não era pra chegar nesse ponto”, disse Armstrong.

“Ele é o vencedor. Eu sou o perdedor. Eu realmente espero que ele ouça isso”, concluiu Armstrong. “Me perdoe por tê-lo feito passar por isso… E remova o vídeo ou, pelo menos, volte e edite as partes erradas e continue [com o vídeo] no ar.”

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store