Coin News

Vítimas da falência da Celsius obtêm prazo de prova de reivindicação do tribunal dos EUA

21 Nov, 20222 min readRegulation
Vítimas da falência da Celsius obtêm prazo de prova de reivindicação do tribunal dos EUA

O caso em andamento da falência da Celsius continua enquanto o Tribunal de Falências dos Estados Unidos no distrito sul do estado de Nova York aprovou um novo prazo de arquivamento.

De acordo com um documento oficial, foi estabelecido um prazo para quem apresentar qualquer reclamação contra o ex-credor de ativos digitais. Qualquer pessoa ou entidade - que abrange indivíduos, parcerias, corporações, joint ventures e trusts - que desejar fazê-lo deve enviar uma prova de reivindicação até 3 de janeiro de 2023, 17:00 EST.

A própria Celsius fez um tópico no Twitter, informando seus ex-usuários sobre a recente aprovação do prazo judicial, juntamente com informações passo a passo sobre como as reivindicações são arquivadas:

Criamos este vídeo para ajudar a explicar o processo de reivindicações: — Celsius (@CelsiusNetwork) 20 de novembro de 2022

A decisão veio logo depois que o examinador independente do caso Celsius fez uma alegação de que a empresa tinha controles contábeis e operacionais “insuficientes” em sua gestão de fundos de clientes.

As atividades da Celsius estão sob o olhar atento dos reguladores. Uma decisão judicial em 1º de novembro do juiz que supervisiona o caso ordenou uma investigação para averiguar a possibilidade da Celsius ser um esquema Ponzi já que clientes alegaram que o ex-credor de criptomoedas usava os ativos de novos usuários para cobrir rendimentos existentes e facilitar saques.

Além disso, os tribunais se opuseram à reabertura da plataforma para saques e vendas de stablecoin. A próxima audiência do caso está marcada para 5 de dezembro deste ano.

Os desenvolvimentos no caso de falência da Celsius vêm logo após o colapso de outra grande plataforma cripto. A atual crise de liquidez da FTX que se transformou em escândalo de falência é mais um caso que deixou ex-usuários e investidores com fundos perdidos à mercê dos reguladores.

Especula-se que o caso FTX tenha mais de 1 milhão de credores envolvidos. Em 20 de novembro, cinco dias depois de ter entrado com o pedido de falência do Capítulo 11, a extinta exchange anunciou que está iniciando uma revisão estratégica de seus ativos globais para tentar vender ou reorganizar.

Advogados familiarizados com esses tipos de procedimentos legais especularam que recuperar fundos da FTX pode ser um processo que dura anos, possivelmente “décadas”.

Ironicamente, no início de outubro, o ex-CEO da FTX, Sam Bankman-Fried, descreveu como procederia com uma oferta para adquirir os ativos da Celsius.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store