Coin News

'Vendam seus Bitcoins e fiquem longe das criptomoedas', alertam top analistas prevendo queda de 30% no mercado

1 Sep, 20225 min readBitcoin
'Vendam seus Bitcoins e fiquem longe das criptomoedas', alertam top analistas prevendo queda de 30% no mercado

Dois grandes analistas demostram seu pessimismo com relação ao valor do atual mercado de criptoativos e alertaram que o momento atual não é para comprar Bitcoin ou criptomoedas mas para vender pois, segundo eles, o mercado cripto deve recuar ainda mais.

O primeiro deles é Jim Cramer, apresentador do Mad Money da CNBC. Segundo ele, os americanos ainda não sentiram os reais efeitos de uma inflação seguida por uma grande recessão. Ele destaca que esse movimento não é algo passageiro, de um ou dois meses, mas, geralmente, um evento que dura pelo menos 1 ano.

Neste ponto ele alega que os ativos especulativos, como as criptomodas, ações de tecnologias e startups serão os mais prejudicados pelo aperto econômico que irá atingir todo o mercado de investimento, seja ele inovador como o das criptomoedas, seja ele tradicional como o de ações.

"O que importa é que temos que passar por isso intactos. Não seja memeado. Não obtenha SPAC'd. Não compre criptomoeda. E você passará por esse matagal e se encontrará em um momento muito melhor quando estivermos suficientemente vendidos para um grande salto.

Quem também recomenda deixar o Bitcoin de lado neste momento é o estrategista-chefe global do JPMorgan, David Kelly. Ele também destaca a recessão e a piora no cenário econômico como fatores chaves para não comprar criptomodas agora.

“A economia está com um pé em recessão e o outro na casca de banana agora.”

Segundo ele uma recuperação ocorrerá somente no final de 2023 quando os mercado então vão começar a subir. No entanto, até la, o mercado será de aperto e demissões, tudo ajudando a aumentar o pessimismo entre os investidores.

"Venda suas criptomodas. Os ativos de risco serão os mais afetados", concluiu.

Quem pode acumula, quem não pode vende

Entretando uma análise da Bitfinex aponta que mesmo com o perigo de uma nova baixa de 30% no mercado de criptoativos os investidores de longo prazo estão cada vez mais otimistas com a recuperação futura das criptomodas e continuma acumulando Bitcoin, Ethereum entre outras criptomoedas.

Saldo por tempo detido para investidores em BTC em 25 de agosto. (fonte: IntotheBlock)

"O gráfico abaixo ilustra que o saldo de Hodlers atingiu um novo pico de 12,92 milhões de BTC. Com mais de 60% de todo o Bitcoin agora sendo detido por endereços que mantêm essas posições à vista há mais de um ano, e a grande atividade de hodling de carteira é congruente com a dos mercados em baixa do passado", disse a empresa.

Endereços por tamanho das participações para BTC (fonte: IntotheBlock

A Bitfinex destaca que o número de endereços entre 1 e 10 BTC continua estabelecendo novos máximos, aproximando-se de 750k e afirma que a acumulação persistente em todos os mercados de baixa demonstra o forte compromisso dos vários detentores e a crença de longo prazo nas criptomoedas mesmo com o cenário turbulento no mercado atual.

Força compradora depende de níveis chaves

Porém enquanto os holders e as baleias seguem acumulando os vendedores de varejo temem pelos seus recursos e estão vendendo. Uma análise da TC Cripto, destaca que o Bitcoin, para voltar a pensar em operações na ponta compradora, seria interessante marcar fundos ascendentes a partir do rompimento dos US$ 22,5 mil que, no momento, parece estar longe de acontecer.

"Há espaço para um descanso no movimento atual, dado que o Índice de Força Relativa (IFR) está em nível de sobrevenda, mas nada que mude o viés baixista do ativo no momento", afirma.

Além disso, para piorar o cenário a TC destaca que os indicadores ruins da economia americana continuam, e o mercado passa a precificar cada vez mais um risco real de recessão. Ela cita um estudo da Macro Compass, afirmando que os 10 principais indicadores econômicos conjuntamente estão dando sinal de recessão.

"Perceba a assertividade dos indicadores nas últimas recessões"

Ainda segundo a TC, naturalmente este cenário é negativo para os ativos de risco, principalmente aqueles com long duration.

"Cripto negocia com alta correlação para esses ativos. Curioso é o movimento de queda ocorrido logo após as declarações dadas em Jackson Hole, uma queda de grande amplitude e sem respiro. No gráfico abaixo pode-se notar a queda do S&P 500, do Bitcoin e a alta no índice dólar, ocorrendo de forma concomitante após as declarações", afirma.

Analisando outra métrica a empresa aponta que o cenário macro atual está fazendo com que o sentimento nos mercados de risco opere em modo de medo, e em cripto os derivativos mostram isso de forma extremamente clara. A TC afirma que o basis de três meses, que mostra a diferença entre o futuro de três meses e o preço spot está em backwardation tanto no Bitcoin quanto no Ether.

"Este é um sinal bearish extremamente raro que basicamente significa que o preço daqui a três meses está mais baixo do que o atual, considerando o efeito de carrego", aponta.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store