Coin News

Veja como aproveitar a Fusão do Ethereum para ganhar tokens ETHW de graça

14 Sep, 20224 min readEthereum
Veja como aproveitar a Fusão do Ethereum para ganhar tokens ETHW de graça

Está confirmado que o hard fork não oficial do Ethereum, planejado por mineradores descontentes com o fim da mineração da criptomoeda após o evento da Fusão (“Merge”), vai se tornar realidade — e isso pode ser bom no curto prazo para os investidores.

Afinal, todo mundo que possui ETH armazenado na carteira no momento da atualização vai ganhar a quantia equivalente de EthereumPoW (ETHW), o novo token que vai surgir a partir do hard fork dos mineradores.

Esse fork está marcado para acontecer nas 24 horas posteriores à fusão — momento em que a camada de execução do Ethereum (a rede principal que usávamos até então) se une à camada de consenso Beacon Chain.

Quando isso acontecer, o Ethereum abandona o sistema de consenso proof-of-work (PoW) para adotar o proof-of-stake (PoS). A previsão é que a fusão aconteça na madrugada de quarta para quinta-feira (15).

Fusão do Ethereum: Tudo que você precisa saber sobre a maior transformação da criptomoeda

O hard fork dos mineradores chega para descartar essa mudança da Fusão, bifurcando a blockchain do Ethereum para manter viva uma rede ainda baseada no sistema proof-of-work – e a mineração da criptomoeda.

Como será a distribuição de ETHW?

De acordo com a equipe por trás dessa atualização não oficial, a rede principal do EthereumPOW terá início 2.048 blocos vazios após a Fusão (incluindo o bloco da Fusão), o que pode acontecer entre quinta e sexta-feira (16).

Quando a bifurcação for executada, os desenvolvedores vão copiar o estado original da rede do Ethereum a partir de um snapshot – registro de todos os endereços da rede e seus montantes de ETH.

Dessa forma, todos os endereços que possuem ETH na rede principal Ethereum terão o número equivalente de ETHW na rede EthereumPoW.

“Quem tem ether na carteira (na mainnet do Ethereum) vai ganhar o ether do hard fork de ‘graça’”, conta o analista de research do Mercado Bitcoin, Lucca Benedetti, ao Portal do Bitcoin.

“Quando há um hard fork, é copiado todo o estado da rede até aquele ponto. Quando eles [mineradores] fizerem esse hard fork, eles vão copiar o estado da rede principal do Ethereum. Se tiver saldo na carteira principal, também terá saldo na carteira do hard fork”, explica.

Portanto, para garantir o recebimento desses novos tokens, o recomendado é que o usuário esteja com ether no seu próprio endereço da rede principal do Ethereum, e não em custódia de corretoras, nem em segundas camadas do Ethereum, como Arbitrum, Optimism e Ronin.

O ETH também não deve estar travado em aplicações DeFi, como pools de liquidez, DEX e plataformas de empréstimos, nem convertido em versões alternativas da moeda, como o Wrapped Ether (wETH).

Em resumo, para garantir 100% o recebimento do ETHW, o ETH não deve estar em qualquer outro lugar que o usuário não tenha controle direto, ou seja, em um endereço ao qual não se tenha a chave privada.

É importante lembrar que a maioria das corretoras de criptomoedas vão suspender saques de ether durante a atualização. A Binance, por exemplo, já não permite saques e depósitos da moeda desde a semana passada.

O recomendado seria sacar o ETH antes da Fusão, uma vez que ainda não há confirmação de que as corretoras farão a distribuição de ETHW equivalente ao balanço dos clientes mantidos em suas plataformas.

Confira como as corretoras que atuam no Brasil estão se preparando para a atualização.

Como acessar o ETHW na carteira após a Fusão?

Quando o EthereumPoW estiver no ar, os usuários que seguirem as recomendações acima terão ETHW no endereço correspondente na rede nova criada pelos mineradores.

Para acessar esses tokens, o usuário deverá adicionar a rede EthereumPoW na carteira que usa. Um dos jeitos mais fáceis de se fazer isso neste primeiro momento é através da carteira MetaMask.

Para adicionar uma nova rede manualmente na carteira, o usuário deve ter acesso aos dados RPC — sigla para “Remote Procedure Call” que vai permitir estabelecer a ligação entre a carteira e a blockchain e fazer interações.

Até o momento, a equipe que vai executar o hard fork ainda não divulgou os dados RPC do EthereumPoW, o que engloba o nome e ID da rede, ticker do token, url do RPC e do explorador de blocos.

Esses dados devem ser divulgados após a Fusão. Esta matéria será atualizada para adicionar essas informações no dia.Veja o tutorial de como a adicionar manualmente uma rede na carteira MetaMask.

Procurando uma corretora segura que não congele seus saques? No Mercado Bitcoin, você tem segurança e controle sobre seus ativos. Faça como nossos 3,8 milhões de clientes e abra já sua conta!

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store