Coin News

Urgente! Binance anuncia compra da FTX

8 Nov, 20224 min readOther
Urgente! Binance anuncia compra da FTX

A incerteza a respeito da saúde financeira da exchange FTX aumentou ao longo desta terça-feira (8). De acordo com dados das blockchains Ethereum e Solana, tudo indica que a empresa paralisou os saques dessas criptomoedas em sua plataforma.

No momento da escrita deste texto, nem a FTX, nem o CEO Sam Bankman-Fried (SBF) confirmaram a paralisação, mas os dados da blockchain apontam para isso. Segundo os rastreadores de blocos, a FTX encontra dificuldade para processar saques, com alguns sugerindo uma completa interrupção.

Só que ao longo das horas, o motivo da paralisação foi revelado por meio de uma bomba: a Binance anunciou a compra da FTX. Tanto Changpeng “CZ” Zhao, CEO da Binance, quanto Sam Bankman-Fried (SBF), CEO da FTX, confirmaram a informação.

Binance compra FTX

Há poucos minutos, SBF foi até o Twitter para se explicar sobre o atraso nos saques da FTX, que muitos clientes viram como um sinal de insolvência. No entanto, o CEO da exchange garantiu novamente que os fundos estavam seguros.

Em seguida, SBF disse que chegou a um “entendimento” com CZ e revelou a informação de que a Binance havia adquirido a FTX.

“As coisas fecharam o círculo, e FTX primeiro e por último, os investidores são os mesmos: chegamos a um acordo sobre uma transação estratégica com a Binance. Um enorme obrigado a CZ, Binance e todos os nossos apoiadores. Este é um desenvolvimento centrado no usuário que beneficia toda a indústria”, disse SBF.

Logo em seguida a explicação de SBF, CZ também foi ao Twitter e explicou o que aconteceu. Aparentemente, a FTX enfrentou uma forte crise de liquidez que ameaçou deixar a empresa sem fundos e precisou da ajuda da Binance. Com isso, a gigante chinesa aproveitou e fez a compra da plataforma rival.

“Esta tarde, a FTX pediu nossa ajuda. Houve uma crise de liquidez significativa. Para proteger os usuários, assinamos uma LOI não vinculativa, com a intenção de adquirir integralmente a FTX e ajudar a cobrir a crise de liquidez. Estaremos realizando um DD completo nos próximos dias”, disse CZ.

Por enquanto não há novas informações a respeito do acordo, a não ser que os fundos dos clientes estão seguros.

Suspeita de bloqueios de saques

Conforme mostram dados on-chain da Etherscan, a última transação de saque de Ether (ETH) da FTX ocorreu em 8 de novembro às 07:59:35 (horário de Brasília). Ou seja, mais de 3 horas atrás. O mesmo atraso ocorreu nas blockchains Tron e Solana.

Muitos usuários também relataram que os saques de Bitcoin (BTC) estão relativamente lentas nos últimos dias. Outras pessoas tentaram fazer saques mais recentes, só que não tiveram sucesso.

Um usuário da FTX no Brasil afirmou que tentou fazer um saque de BTC por volta do meio-dia, mas a solicitação estava com o status “requisitada”. Contudo, o saque não foi aprovado até o fechamento desta matéria.

Saque de brasileiro segue pendente na FTX.

Na segunda-feira (7), FTX afirmou que a demora nos saques ocorreu porque seu nó é “taxa de transferência limitada”, mas que eles acelerariam as retiradas no devido tempo.

Mais tarde naquele dia, a FTX disse estar “trabalhando incansavelmente para processar o acúmulo de saques” e que sua fila estava voltando a “níveis razoáveis”. Ele não forneceu atualizações adicionais desde então.

Gerando preocupação

A pausa repentina nos saques on-chain, contudo, preocupa grande parte da comunidade de criptomoedas. Uma paralisação dessa magnitude geralmente ocorre quando a exchange enfrenta uma alta demanda por saques, ou sofre com insolvência.

O caso fica ainda mais grave porque a Binance agora planeja vender 23 milhões de tokens FTT no mercado aberto. De fato, o anúncio da Binance foi o que desencadeou a série de problemas com a FTX.

Analistas on-chain da CryptoQuant e Nansen notaram ontem que a demanda por saques na FTX estava disparando. Nas últimas 24 horas, a exchange teve que lidar com mais de US$ 400 milhões em saídas de criptomoedas. Por exemplo, os clientes da exchange retiraram 90% de seus ETH em apenas dois dias.

Como resultado desses problemas, o BTC voltou a cair abaixo de US$ 20.000, enquanto o Ethereum está abaixo de US$ 1.500. O token FTT sofre queda de 31% apenas nas últimas 24 horas, chegando aos US$ 15.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store