Coin News

Tribunal ordena liquidação da Three Arrows Capital

29 Jun, 20223 min readOther
Tribunal ordena liquidação da Three Arrows Capital

Um tribunal com sede nas Ilhas Virgens Britânicas ordenou a liquidação do fundo de hedge de criptomoedas Three Arrows Capital (3AC), com sede em Cingapura.

Conforme informou a Sky News nesta quarta-feira (29), a insolvência da empresa está sendo tratada pela consultoria global Teneo Restructuring, com sede em Nova York.

Um documento judicial foi elaborado no dia 27 de junho, solicitando a liquidação da empresa.

Ainda segundo o portal, não está claro quais serão as implicações financeiras imediatas para os credores da Three Arrows.

Ordem de liquidação à 3AC

A ordem de liquidação de uma empresa quer dizer que ela deve fechar as portas devido à sua incapacidade de pagar dívidas e cumprir outras obrigações financeiras. Quando isso ocorre, os ativos da empresa são postos à venda para reembolsar os credores com empréstimos pendentes.

Fundada em 2012 por Su Zhu e Kyle Davies, a Three Arrows Capital tornou-se um dos maiores fundos de hedge de criptomoedas. Contudo, a empresa foi fortemente impactada pela queda recente do mercado cripto.

No mês de maio, o fundo sofreu perdas significativas durante o colapso do ecossistema Terra (LUNA). Isso porque o fundo investiu de forma massiva no token nativo LUNA que acabou indo a zero após a derrocada da stablecoin UST.

A 3AC teve uma perda de cerca de US$ 200 milhões após o colapso do projeto. Quando isso ocorreu, Davies disse ao Wall Street Journal que “a situação de Terra (LUNA) os pegou muito desprevenidos”.

Em meados de junho, conforme noticiou o CriptoFácil, a 3AC sofreu liquidações na ordem de US$ 400 milhões, inclusive pela BlockFi, FTX, BitMEX e outras. Por conta disso, a empresa passou a enfrentar um potencial risco de insolvência.

Calote da 3AC de US$ 650 milhões na Voyager

Nesta semana, o CriptoFácil noticiou que a corretora de criptomoedas Voyager Digital emitiu um aviso para a 3AC depois que o fundo não conseguiu quitar um empréstimo de 15.250 Bitcoins e mais US$ 350 milhões em USDC. Ou seja, um total de mais de US$ 650 milhões.

Apesar do aviso, a Voyager Digital afirmou que a inadimplência da 3AC não afetou a plataforma.

Agora, a liquidação de uma das empresas de criptomoedas mais influentes pode causar mais problemas para o setor de criptomoedas, que já está lutando para se recuperar após uma sequência de péssimas notícias.

Atualmente, o Bitcoin (BTC), por exemplo, está sendo negociado um pouco acima do nível de US$ 20.000. Enquanto isso, Ethereum (ETH), BNB, Dogecoin e Polkadot amargam desvalorizações de cerca de 10% nas últimas 24 horas.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store