Coin News

Top 5 criptomoedas para ficar de olho nesta semana: BTC, SHIB, MATIC, ATOM, APE

4 Jul, 20229 min readBitcoin
Top 5 criptomoedas para ficar de olho nesta semana: BTC, SHIB, MATIC, ATOM, APE

Os ursos estão tentando afundar o Bitcoin (BTC) abaixo de US$ 19.000 para consolidar ainda mais sua vantagem sobre o mercado de criptomoedas. Analistas que observam a pontuação MVRV-Z do Bitcoin, uma métrica que mede quão alto ou baixo o preço do Bitcoin está em relação ao “valor justo”, esperam uma queda ainda mais profunda antes que o fundo seja finalmente alcançado.

No entanto, o economista, trader e empresário Alex Krueger apontou que o volume de negociação do Bitcoin atingiu um recorde histórico em junho. Normalmente, o volume mais alto em uma tendência de baixa é um indicativo de capitulação e isso “cria grandes fundos”. Se o Bitcoin seguir o padrão histórico do mercado de baixa de 2018, Krueger espera que o fundo se forme em julho.

Devido à estreita correlação entre o Bitcoin e o S&P 500, os traders de criptomoedas terão que ficar de olho no desempenho dos mercados de ações dos Estados Unidos na próxima semana, o que pode ser influenciado pela divulgação de atas da última reunião do Fed e o relatório de empregos dos EUA de junho.

O Bitcoin poderia formar uma baixa mais alta e levar os mercados de criptomoedas ao caminho da recuperação? Vamos estudar os gráficos das 5 principais criptomoedas que indicam a possibilidade de um rali de alívio no curto prazo.

BTC/USDT

O longo pavio na vela de 1º de julho do Bitcoin mostra que os ursos continuam a vender em ralis perto da média móvel exponencial de 20 dias (US$ 21.396). Embora os ursos tenham puxado o preço abaixo de US$ 19.637, eles não conseguiram aproveitar o momento.

Os touros estão tentando empurrar o preço de volta acima de US$ 19.637. Se forem bem-sucedidos, o par BTC/USDT poderá subir novamente em direção à EMA de 20 dias. Uma quebra e fechamento acima de US$ 22.000 pode indicar uma possível mudança de tendência. O par poderia então tentar um rali para a média móvel simples de 50 dias (US$ 25.938).

Pelo contrário, se o preço cair do nível atual, isso sugerirá que os ursos permanecem no controle. Os vendedores se esforçarão para puxar o preço abaixo de US$ 18.626. Se eles fizerem isso, o par poderá deslizar para a importante zona de suporte de US$ 17.960 a US$ 17.622.

Esta é uma zona importante para os touros defenderem, porque se a perderem pode ter início uma próxima pernada da tendência de baixa. O par poderia então deslizar para US$ 15.000.

O gráfico de 4 horas mostra que os ursos estão defendendo agressivamente a 20-EMA. Ambas as médias móveis estão caindo e o índice de força relativa (RSI) está na zona negativa, indicando que os ursos estão em vantagem. Uma quebra abaixo de US$ 18.626 pode fortalecer ainda mais os ursos.

Essa visão de baixa pode ser revertida no curto prazo se os touros empurrarem o preço acima da 20-EMA. O par pode então subir para a 50-SMA, onde os ursos podem novamente apresentar um forte desafio. Se o preço subir acima dessa resistência, o par pode subir para US$ 21.000 e, posteriormente, para US$ 22.000.

SHIB/USDT

O Shiba Inu (SHIB) está sendo negociado em uma faixa estreita perto das médias móveis, à medida que os touros tentam formar uma mínima mais alta perto de US$ 0,000009. Normalmente, uma negociação de intervalo apertado é seguida por uma expansão de intervalo.

Se o preço ultrapassar a SMA de 50 dias (US$ 0,000010), o par SHIB/USDT poderá ganhar impulso e subir para US$ 0,000012 e depois para US$ 0,000014. Um rompimento e fechamento acima desse nível pode sinalizar uma possível mudança de tendência.

Ao contrário dessa suposição, se o preço quebrar abaixo de US$ 0,000009, isso poderá prender os touros que podem ter comprado a alta acima da SMA de 50 dias. Isso poderia abrir caminho para um possível reteste de US$ 0,000007. Uma quebra abaixo desse suporte crucial pode indicar umaa retomada da tendência de baixa.

O gráfico de 4 horas mostra a formação de um padrão de triângulo simétrico. O par ficou preso entre a 20-EMA e a linha de suporte do triângulo. Se os ursos afundarem e sustentarem o preço abaixo da linha de suporte, o par poderá cair para US$ 0,000009. Uma quebra abaixo desse suporte pode sinalizar que os ursos estão de volta ao banco do motorista.

Por outro lado, se os touros elevarem o preço acima da 20-EMA, o par poderá subir até a linha de resistência do triângulo. Se esse nível for ultrapassado, o SHIB pode subir para US$ 0,000011 e depois subir para US$ 0,000012.

MATIC/USDT

A Polygon (MATIC) caiu da forte resistência de US$ 0,61 em 26 de junho e os ursos puxaram o preço abaixo da EMA de 20 dias (US$ 0,50) em 28 de junho. Um pequeno ponto positivo é que os touros não permitiram que os ursos aproveitassem a vantagem e compraram a queda em 30 de junho.

Desde então, o par MATIC/USDT está sendo negociado perto da EMA de 20 dias. Isso sugere que os touros estão tentando empurrar o preço de volta acima desse nível. Se eles tiverem sucesso, o par poderá novamente tentar superar o obstáculo em US$ 0,61.

O RSI fez uma divergência positiva, indicando que os ursos podem estar perdendo o controle. Um rompimento acima de US$ 0,61 pode abrir caminho para uma possível alta para US$ 0,75.

Ao contrário dessa suposição, se o preço cair do nível atual e recuar abaixo de US$ 0,41, isso sugerirá que a recuperação recente pode ter sido um típico rali de mercado de baixa. Os vendedores tentarão então puxar o preço de volta para o suporte crucial em US$ 0,31.

Os compradores empurraram o preço acima da linha de tendência de baixa e da 20-EMA, mas não conseguiram limpar o nível psicológico de US$ 0,50. Isso atraiu vendas e os ursos puxaram o preço para US$ 0,45. Se esse suporte quebrar, é provável um novo teste de US$ 0,41.

Pelo contrário, se o preço se recuperar do nível atual, isso sugerirá que os touros estão comprando as quedas. Os touros farão outra tentativa de eliminar a resistência de US$ 0,50. Se eles tiverem sucesso, o par pode subir para US$ 0,55 e depois para US$ 0,61.

ATOM/USDT

Após uma tendência de baixa prolongada, o Cosmos (ATOM) está tentando formar um fundo. Os compradores elevaram o preço acima da EMA de 20 dias (US$ 7,84) em 1º de julho, mas a SMA de 50 dias (US$ 8,81) provavelmente atuará como uma forte resistência.

A EMA flat de 20 dias e o RSI perto do ponto médio indicam que a pressão de venda pode estar diminuindo. Se os compradores empurrarem o preço acima da SMA de 50 dias, o impulso de alta pode aumentar e o par ATOM/USDT pode subir para US$ 10,84 e depois para US$ 12,50. Um rompimento e fechamento acima desse nível pode sugerir uma possível mudança de tendência.

Essa alta pode se invalidar no curto prazo se o preço cair do nível atual e quebrar abaixo de US$ 6,89. Se isso acontecer, o par poderá testar novamente o suporte crítico em US$ 5,55.

O gráfico de 4 horas mostra que os touros estão tentando fazer do 50-SMA um novo suporte. Se o preço subir do nível atual e ultrapassar US$ 8,38, os touros poderão desafiar a resistência imediata em US$ 8,75. Um rompimento acima desse nível pode sinalizar a retomada do movimento ascendente. O par poderia então subir para US$ 9.

Por outro lado, se o preço cair e permanecer abaixo das médias móveis, isso sugerirá que os ursos continuam vendendo em níveis mais altos. O par poderia então deslizar para US$ 7,18 e depois para US$ 6,89.

APE/USDT

Os compradores empurraram o ApeCoin (APE) acima da EMA de 20 dias (US$ 4,69) em 27 de junho, mas não conseguiram aproveitar a recuperação. Os ursos reduziram o preço abaixo da EMA de 20 dias em 29 de junho, mas um sinal positivo é que os touros não abriram mão do terreno.

Isso sugere que os compradores não estão abandonando suas posições, pois antecipam um movimento mais alto. O achatamento da EMA de 20 dias e o RSI logo abaixo do ponto médio sugerem que a pressão de venda pode estar diminuindo.

Se os compradores elevarem o preço acima da EMA de 20 dias, isso poderá inclinar a vantagem a seu favor. O par APE/USDT poderia então subir para a SMA de 50 dias (US$ 5,72), onde se espera que os ursos montem uma forte defesa.

Ao contrário dessa suposição, se o preço cair do nível atual e quebrar abaixo de US$ 4,21, a próxima parada pode ser de US$ 3,85.

O gráfico de 4 horas mostra a formação de um triângulo simétrico, indicando indecisão entre compradores e vendedores. Ambas as médias móveis estão flat e o RSI está próximo do ponto médio, sugerindo um estado de equilíbrio.

Se o preço cair abaixo do triângulo, isso sugerirá que os ursos afirmaram sua supremacia. O par poderia então cair para a meta padrão de US$ 3,78.

Alternativamente, se o preço subir do nível atual e quebrar acima do triângulo, isso pode sinalizar vantagem para os touros. O par pode subir para US$ 5,38 e depois para US$ 5,57.

As opiniões e pontos de vista expressos aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões da Cointelegraph. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store