Coin News

Top 5 criptomoedas para ficar de olho esta semana: BTC, ALGO, XMR, XTZ, THETA

7 d ago9 min readBitcoin
Top 5 criptomoedas para ficar de olho esta semana: BTC, ALGO, XMR, XTZ, THETA

O S&P 500 e o Índice Nasdaq caíram por cinco semanas consecutivas, indicando que os traders continuam reduzindo a exposição a ativos de risco. A estreita correlação do Bitcoin (BTC) com os mercados de ações dos Estados Unidos manteve o preço da maior criptomoeda do mercado sob pressão.

O Bitcoin ampliou seu declínio durante o fim de semana e agora está a caminho de seu sexto fechamento semanal consecutivo, a primeira ocorrência desse tipo desde 2014. A fraqueza do Bitcoin derrubou todo o mercado de criptomoedas, cuja capitalização de mercado caiu abaixo de US$ 1,6 trilhão.

Quando o sentimento é de baixa, os traders vendem diante de todas as notícias negativas. A perda da paridade da stablecoin TerraUSD (UST), da Terra, com o dólar também parece estar aumentando a pressão de venda em todo o mercado de criptomoedas.

Após seis semanas consecutivas com o Bitcoin fechando no vermelho, chegou a hora de uma recuperação? Vamos estudar os gráficos das 5 principais criptomoedas que estão mostrando sinais de estabilização no curto prazo.

BTC/USDT

O Bitcoin caiu da média móvel exponencial de 20 dias (EMA) de US$ 38.268 em 5 de maio e caiu abaixo da linha de suporte do canal ascendente. Este movimento também invalidou a divergência positiva no índice de força relativa (RSI).

As médias móveis começaram a cair e o RSI está se aproximando da zona de sobrevenda, sinalizando que os ursos estão no controle.

O par BTC/Tether (USDT) tem um suporte menor em US$ 34.322, mas se os touros não conseguirem defender esse nível, o declínio pode se estender para US$ 32.917. Este é um nível crucial para ficar de olho porque, se quebrado, o par pode testemunhar pânico no mercado e a próxima parada pode ser de US$ 28.805.

Se o preço subir a partir de US$ 34.322, a recuperação pode ser vendida perto da EMA de 20 dias. Se o preço cair deste nível, isso sugerirá que o sentimento permanece negativo e que os comerciantes estão vendendo em ralis. Isso poderia aumentar as perspectivas de uma retomada da tendência de baixa.

Essa visão negativa pode ser invalidada no curto prazo se os touros empurrarem e sustentarem o preço acima da EMA de 20 dias. Se isso acontecer, o par pode subir para a média móvel simples de 50 dias (SMA) de US$ 41.466.

As médias móveis em declínio indicam que os ursos estão no comando, mas os níveis de sobrevenda no RSI sugerem que um rali de alívio ou uma consolidação é possível no curto prazo. Se a recuperação não ultrapassar a 20-EMA, os ursos podem manter a pressão vendedora e o par pode cair para US$ 32.917.

Por outro lado, um rompimento e um fechamento acima da 20-EMA pode sinalizar o início de um forte rali de alívio. O par poderia então subir para o 50-SMA. Os compradores terão que empurrar e sustentar o preço acima de US$ 40.000 para sinalizar que a tendência de baixa pode ter acabado.

ALGO/USDT

O Algorand (ALGO) tem operado dentro de um padrão de canal descendente nos últimos dias. O preço saltou da linha de suporte do canal em 1º de maio e os touros superaram o obstáculo da EMA de 20 dias de US$ 0,69, indicando que a pressão de venda pode estar diminuindo.

Se os compradores mantiverem o preço acima da SMA de 50 dias de US$ 0,76, o par ALGO/USDT poderá subir para a linha de resistência do canal. Este é um nível importante para os touros superarem. Se eles conseguirem, isso sugerirá o início de um novo movimento ascendente. O par pode subir primeiro para US$ 1,10 e depois para US$ 1,25.

Por outro lado, se o preço cair da linha de resistência, isso sugerirá que o par pode estender sua permanência dentro do canal por mais alguns dias. Os ursos terão que afundar e sustentar o preço abaixo do canal para indicar a retomada da tendência de baixa.

A 20-EMA subiu e o RSI está no território positivo, indicando vantagem para os compradores. Há uma resistência menor em US$ 0,80 e, se os touros ultrapassarem esse obstáculo, o par poderá subir para a linha de resistência do canal.

No lado negativo, a 20-EMA é o nível crítico a ser observado. Se o preço se recuperar desse nível, isso sugerirá que o sentimento se voltou a favor dos compradores. Isso pode aumentar a probabilidade de um rompimento acima de US$ 0,80. Alternativamente, se o preço cair abaixo da 20-EMA, a próxima parada pode ser a 50-SMA.

XMR/USDT

O Monero (XMR) tem encontrado sustentação próximo ao suporte psicológico de US$ 200 nos últimos dias. Os compradores não permitiram que o preço quebrasse abaixo da linha de tendência de baixa, sugerindo que eles estão tentando transformar o nível em suporte.

Os touros terão que empurrar e sustentar o preço acima da EMA de 20 dias de US$ 223 para sugerir que a fase corretiva pode ter terminado. Há uma resistência menor em US$ 240, mas se os touros superarem esse obstáculo, o par XMR/USDT poderá subir para US$ 289.

Pelo contrário, se o preço cair do nível atual ou da EMA de 20 dias, isso sugerirá que os ursos ainda não desistiram. Isso pode aumentar a probabilidade de uma quebra abaixo de US$ 200. Se isso acontecer, a venda pode se intensificar e o par pode cair para US$ 150.

O par formou um padrão de triângulo simétrico sugerindo indecisão entre os touros e os ursos. Se os touros conduzirem o preço acima da linha de resistência do triângulo, isso sugerirá que a tendência de baixa pode ter acabado. O par poderia então subir para a 200-SMA e depois subir em direção ao alvo padrão em US$ 252.

Por outro lado, se o triângulo quebrar para o lado negativo, isso sugerirá que o triângulo agiu como um padrão de continuação. Isso pode sinalizar a retomada do movimento descendente. O alvo padrão no lado negativo é de US$ 164.

XTZ/USDT

A Tezos (XTZ) quebrou abaixo da linha de tendência de alta de longo prazo em 29 de abril e os ursos defenderam com sucesso esse nível em 5 de maio. Os ursos tentaram iniciar a tendência de baixa, mas estão lutando para sustentar os níveis mais baixos.

Se os touros empurrarem e sustentarem o preço acima da linha de tendência de alta, isso sugerirá que o mercado rejeitou o colapso. O par XTZ/USDT pode então tentar um rali para a zona de sobrecarga entre a SMA de 50 dias de US$ 3,18 e US$ 3,40.

Essa visão positiva pode invalidar se o preço cair novamente da linha de tendência de alta. Se isso acontecer, isso sugerirá que os ursos transformaram a linha de tendência de alta em resistência. Uma quebra e fechamento abaixo de US$ 2,39 pode iniciar uma nova tendência de baixa que pode chegar a US$ 2,00.

A 20-EMA se achatou e o RSI formou uma divergência de alta no gráfico de 4 horas, sugerindo que o momento negativo está enfraquecendo. O par agora pode tentar um rali para US$ 2,90, onde os ursos podem oferecer uma forte resistência. Um rompimento e um fechamento acima desse nível pode abrir as portas para um possível movimento ascendente para US$ 3,00 e, posteriormente, para US$ 3,30.

Alternativamente, se o preço cair do nível atual ou da resistência de sobrecarga, isso sugerirá que os ursos estão vendendo na alta. Isso pode manter o par dentro do intervalo entre US$ 2,90 e US$ 2,39. A tendência de baixa pode acelerar se os ursos derrubarem o preço abaixo de US$ 2,39.

THETA/USDT

A Theta Network (THETA) estava sendo negociada entre US$ 2,27 e US$ 4,40 nas últimas semanas. Esse intervalo foi quebrado para baixo em 6 de maio, indicando que os ursos estavam em vantagem.

Embora a EMA de 20 dias de US$ 2,57 esteja caindo, o RSI está tentando formar uma divergência de alta, indicando que o impulso de venda está enfraquecendo. Se os touros empurrarem o preço de volta acima do nível de quebra de US$ 2,27, isso poderá prender vários ursos agressivos que podem ter aberto posições vendidas no intervalo abaixo da quebra.

O par THETA/USDT poderia então subir para a EMA de 20 dias. Este é um nível importante para ficar de olho, porque se os touros superarem essa barreira, o par poderá subir para a SMA de 50 dias de US$ 3,10.

Essa visão positiva pode ser invalidada se o preço cair do nível atual ou do nível de quebra em US$ 2,27 e cair abaixo de US$ 2,00.

Os touros estão comprando as quedas perto do nível psicológico em US$ 2,00. Se os compradores elevarem o preço acima da linha de tendência de baixa, isso sugerirá que os ursos podem estar perdendo o controle. O par poderia então subir para a resistência em US$ 2,64. Esse nível pode novamente atuar como uma forte resistência, mas se os compradores superarem esse obstáculo, o impulso de alta poderá aumentar.

Ao contrário dessa suposição, se o preço cair da 20-EMA ou da linha de tendência de baixa, isso sugerirá que os ursos continuam vendendo nos ralis. Isso pode aumentar a possibilidade de uma quebra abaixo de US$ 2,00 e a retomada da tendência de baixa.

As opiniões e os pontos de vista expressos aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões da Cointelegraph. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store