Coin News

3 tokens DeFi que subiram até 93% na semana em que o mercado anulou os ganhos do ciclo de alta de 2021

15 Jun, 20228 min readDeFi
3 tokens DeFi que subiram até 93% na semana em que o mercado anulou os ganhos do ciclo de alta de 2021

O sentimento dos investidores do mercado de criptomoedas é de um amargo regresso ao passado. Todos os ganhos obtidos ao longo do ciclo de alta de 2021 foram apagados pelas quedas do Bitcoin (BTC) abaixo de US$ 23.000 e do Ethereum (ETH) abaixo de US$ 1.200, retrocedendo a níveis de 2020.

No entanto, há uma outra sensação ainda pior e até então desconhecida para muitos dos investidores que aderiram às criptomoedas durante a alta (quase) infinita do ano passado: experimentar os dissabores de um mercado em baixa, sem perspectivas imediatas de que o fundo está próximo.

Analistas são praticamente unânimes em afirmar que apenas uma sinalização de mudança de rumo da política monetária do Banco Central dos EUA (Fed) será capaz de mudar o cenário do mercado de criptomoedas. No entanto, como a fase do "aperto quantitativo" e de aumentos subsequentes das taxas de juros parece estar em seu estágio inicial, não há um alívio para os traders à vista.

O setor de finanças descentralizadas (DeFi) tem sido um dos mais impactados pela recente queda do mercado. Especialmente porque o Terra Classic (LUNC) era o segundo maior protocolo DeFi em termos de TVL quando a perda da paridade do TerraUSD (USTC) lançou o ecossistema em uma espiral da morte que só foi interrompida após a pulverização de US$ 60 bilhões em capitalização de mercado.

Mas também porque o evento desencadeou uma crise de confiança no mercado sobre a capacidade das stablecoins de cumprimem a função para a qual foram criadas: manter a paridade de 1:1 com o dólar. Embora o USDC e o DAI, respectivamente a segunda e a quarta maiores stablecoins em termos de capitalização de mercado tenham atravessado estes momentos de turbulência sem oscilar, outras stablecoins vêm sofrendo para manter a estabilidade. Incluam-se aí o Tether (USDT) e o BinanceUSD (BUSD), respectivamente a primeira e a terceira stablecoins em termos de capitalização de mercado.

A vítima mais recente foi o USDD, a stablecoin algorítmica da Tron (TRX), que vem a ser uma cópia bastante fiel do finado USTC. Desde a última segunda-feira, 13, o USDD vem sendo negociado abaixo do preço alvo em mais de 2%, de acordo com dados do CoinGecko. O TRX também foi abalado e opera em queda de 18% nas últimas 24 horas e de 34,1% nos últimos sete dias.

O Ether, token nativo da plataforma líder de contratos inteligentes, acumula uma desvalorização de 36,3% nos últimos sete dias à medida que o Lido Staked Ether (stETH), um token que confere liquidez a Ethers mantidos em staking através do protocolo Lido Finance, vem sendo negociado com desconto no mercado.

O stETH poderá ser resgatado por ETH na proporção de 1:1 depois que a Ethereum realizar o The Merge, finalizando definitivamente a transição de um mecanismo de consenso baseado em Prova-de-Trabalho (PoW) para um algoritmo baseado em Prova-de-Participação (PoS).

Assim, em tese, o stETH que deveria manter-se 100% atrelado ao Ether, mas a degradação das condições do mercado, incluindo a ameaça de insolvência da plataforma de empréstimos centralizada Celsius, vem jogando pressão sobre o preço de mercado do stETH e, indiretamente, também ao próprio Ether.

Alguns analistas afirmam que traders experientes poderiam estar se beneficiando das quedas simultâneas do stETH e do ETH para acumular ambas as moedas com desconto em relação a seus possíveis valores futuros.

Avalanche (AVAX), Fantom (FTM) e Solana (SOL) acumulam perdas em nível similar: 38,9%, 37,2% e 32,1%, respectivamente.

À desvalorização dos tokens nativos das principais plataformas de contratos inteligentes nos últimos sete dias correspondeu também com a redução do valor total bloqueado (TVL) em cada uma delas.

A Tron liderou as perdas, com -33%, seguida por Fantom (-31,8%), Avalanche (30,8%), Solana (25,9%), Ethereum (23,8%) e BNB Chain (BSC) (22%). Ao todo, o valor total bloqueado em protocolos DeFi caiu 24,3% e atualmente é de US$ 102,7 bilhões. Um nível tão baixo não era observado desde 8 de abril de 2021, de acordo com informações da plataforma de monitoramento de dados DeFi Lllama.

Apesar da devastação generalizada do mercado, três tokens registraram variação positiva nesta semana caótica: Unifi Protocol DAO (UNFI), Ellipsis (EPS) e UMA.

Unifi Protocol DAO (UNFI)

O Unifi Protocol DAO (UNFI) é UNFI é um projeto que tem como objetivo de auxiliar empresas e instituições financeiras tradicionais a desenvolver soluções DeFi para seu modelo de negócios com contratos inteligentes e interoperabilidade, capaz de conectá-las aos ecossistemas de finanças descentralizadas de diversas blockchains.

O Unifi Protocol DAO reúne um conjunto de contratos inteligentes não custodiais, interoperáveis e descentralizados que fornecem produtos e soluções para a próxima geração de desenvolvimento DeFi.

Os serviços da Unifi Protocol DAO foram originalmente lançados em 2020 e, desde então, se expandiram para incluir outros serviços, como um formador automatizado de mercado (AMM), intitulado uTrade, staking, através do uStake e mais recentemente uma ponte cross-chain, intitulada uBridge.

Esta semana, em apenas 01 dia o UNFI teve um movimento de alta que chegou a ultrapassar 1.500%, motivado por uma votação histórica para o protocolo, na qual foi aprovada uma atualização completa do ecossistema.

A votação ocorreu em diversas blockchains e contou com a participação de detentores do UNFI, o token de governança do protocolo. Ao final, foi aprovado um investimento de US$ 11 milhões para atualizar o ecossistema DeFi do protocolo. Entre as deliberações, foi decidida a implementação de uma série de mudanças para tornar o token de distribuição de recompensas do protocolo, o UP, mais atrativo.

O UP é um token algorítmico sobrecolateralizado totalmente lastreado por uma reserva das diversas criptomoedas em que o protocolo está operante desde que foi concebido em 2018. O novo UP utilizará os fundos dessa reserva para gerar rendimentos passivos para os detentores do UP.

Além disso, o Unifi Protcol DAO está preparando a implementação de uma v2 do seu formador automatizado de mercado em diversas blockchains.

Diante dos recentes avanços, o UNFI valorizou aproximadamente 93% nos últimos sete dias, saltando de US$ 3,29 em 7 de junho, para US$ 6,03 nesta terça-feira, de acordo com dados do CoinMarketCap. Atualmente, a capitalização de mercado do token é de US$ 25,8 milhões.

Desempenho semanal do UNFI. Fonte: CoinMarketCap

Ellipsis (EPX)

A Ellipsis.Finance é um fork autorizado do protocolo Curve (CRV), uma exchange descentralizada em que os usuários podem realizar swaps, staking ou atuarem como provedores de liquidez utilizando stablecoins.

A Ellipsis.Finance está baseada na BNB Chain. O EPX é o token nativo da Ellipsis.Finance, derivado do EPS. Assim como o CRV, pode ser mantido em staking para garantir aos seus detentores uma participação sobre as receitas geradas pelas taxas de transação realizadas no protocolo, recompensas extras, além de poder de decisão em decisões de governança.

Em março deste ano o protocolo realizou uma atualização que resultou na Ellipsis 2.0, adicionando outros recursos da Curve que antes estavam indisponíveis aos usuários da Ellipsis.Finance e aos detentores do EPX. Em outras palavras, além de um novo tokenomics, a Ellipsis 2.0 inaugurou as "Guerras da Curve" na BNB Chain.

Em 23 de junho, a Binance completou a migração do EPS para o EPX e abriu negociações para o par EPX/USDT, impulsionando as negociações do ativo. Agora, em 9 de junho, o EPX foi listado na exchange Crypto.Com para negociação em pares com o USDT, o USDC e o BTC.

As novas listagens em grandes exchanges globais aumentaram consideravelmente o volume de negociação do EPX. Ao longo dos últimos sete dias, o token valorizou 17,59%, saltando de US$ 0,1557 em 7 de junho para US$ 0,1826 na tarde desta terça-feira, 14, de acordo com dados do CoinMarketCap. Atualmente, sua capitalização de mercado é de US$ 132,4 milhões.

Desempenho semanal do EPX. Fonte: CoinMarketCap

UMA

O UMA é um oráculo otimista construído com foco na Web3. O Oráculo otimista da UMA permite que os contratos inteligentes solicitem e recebam rapidamente informações acerca de preços de mercado.

O oráculo atua como um jogo iniciado a partir de uma solicitação de preço. O sistema de resolução de disputas da UMA, conhecido como Mecanismo de Verificação de Dados (DVM) determina qual é a informação mais acurada.

Os preços apresentados pelo Oráculo não serão enviados ao DVM a menos que sejam contestados. Isso permite que os contratos obtenham informações de preço dentro de qualquer período de tempo predefinido, sem a necessidade de ter o preço de um ativo registrado on-chain.

Se uma disputa for levantada, uma solicitação será enviada ao DVM. Todos os contratos construídos em UMA usam o DVM como suporte para resolver disputas. As disputas enviadas ao DVM serão resolvidas 48 horas após os detentores de token UMA votarem no preço do ativo em um determinado momento.

Nos últimos sete dias, o UMA subiu 3% e no início da noite desta terça-feira está cotado a US$ 3,05. No entanto, apenas nas últimas 24 horas o token acumula ganhos de 48,4%, de acordo com dados do CoinMarketCap. Atualmente, sua capitalização de mercado é de US$ 204,4 milhões.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store