Coin News

THETA registra ganhos de 17% e pode chegar a rali de alta se quebrar esta resistência

5 d ago3 min readOther
THETA registra ganhos de 17% e pode chegar a rali de alta se quebrar esta resistência

O preço da THETA, criptomoeda que alimenta a Theta Network, se valorizaram 17% ao longo desta sexta-feira (5). É o terceiro dia seguido no qual a criptomoeda opera em alta, sequência que elevou seu preço para a região dos US$ 1,50 (R$ 8,36).

De acordo com o gráfico, este valor é a primeira grande resistência da THETA que impede um novo rali de alta. No entanto, a criptomoeda ainda não registrou um fechamento acima desse nível, o que daria uma confirmação de rompimento.

Para isso, a THETA precisa quebrar uma segunda resistência, que está presente na região dos US$ 1,67, pouco acima do preço atual (US$ 1,61).

Fonte: TradingView.

THETA prestes a quebrar resistência

De acordo com o gráfico THETA/USDT, a THETA está em uma fase de consolidação clara, pois o preço está prestes a quebrar as barreiras de US$ 1,5 a US$ 1,05 há quase três meses.

Mas este movimento quase perdeu força no último fim de semana, quando a criptomoeda registrou algumas velas de valorização. Esses registros fizeram o preço da moeda mostrar várias velas de rejeição na resistência, sinalizando uma reversão para queda.

No entanto, os vendedores só conseguiram reduzir o preço da THETA em 12%, levando o preço da criptomoeda para US$ 1,33. Ao chegar neste nível, o preço se transformou num suporte que os traders não conseguiram romper. Em seguida, a THETA se valorizou 15%, rompendo a resistência de US$ 1,50.

Com esse rompimento, a THETA ganhou força e se valorizou mais 17% nesta sexta-feira, rompendo a barreira dos US$ 1,60. Agora, os compradores precisam de um fechamento diário consolidado acima da marca de US$ 1,50, com aumento do volume, para confirmar essa tendência.

O descanso esperado pode dar uma oportunidade de entrada, e o rali resultante deve atingir a próxima zona de oferta significativa em 11% a mais de US$ 1,67.

Por outro lado, se a THETA não registrar volume suficiente para quebrar a última resistência, o preço pode reverter o movimento.

Indicadores técnicos

Média móvel: o rompimento da região de US$ 1,50, sob a influência das médias de 20 e 50 dias, fornece confirmação adicional para os compradores. Além disso, esse suporte invertido pode ajudar os traders a manter o possível rali de alta.

Já o indicador de médias móveis (MACD) mostra crescimento na alta subjacente à medida que movimentos rápidos e lentos se alternam durante o ciclo. No entanto, esses movimentos precisam de dispersão suficiente entre elas para incentivar ainda mais o crescimento altista.

Nesse sentido, os principais níveis de resistência estão nas faixas de US$ 1,5 e US$ 1,67, enquanto os níveis de suporte mais próximos são US$ 1,33 e US$ 1,05.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store