Coin News

Tether decide não barrar endereços associados ao Tornado Cash

24 Aug, 20222 min readAltcoins
Tether decide não barrar endereços associados ao Tornado Cash

A Tether, emissora da stablecoin USDT, reiterou em comunicado divulgado nesta quarta-feira (24) que não vai barrar os endereços ligados ao mixer de criptomoedas Tornado Cash.

O serviço cripto, que permite que usuários embaralhem as transações de tokens para esconder a origem dos valores, foi colocado na ilegalidade nos Estados Unidos.

“O congelamento unilateral de endereços de mercados secundários pode ser um movimento altamente disruptivo e imprudente da Tether”, disse a empresa.

Na nota, a Tether disse que não barrará perfis associados ao Tornado Cash até que o Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC, em inglês), agência do Tesouro dos EUA encarregada de prevenir violações de sanções, diga o contrário.

Congelar esses endereços, observou a firma, pode ser “altamente perturbador e imprudente” e interferir com as investigações regulatórias atuais.

No início deste mês, o Departamento do Tesouro dos EUA colocou o mixer Tornado Cash na lista de sancionados, alegando que hackers norte-coreanos estavam usando o protocolo para realizar transações ilícitas. O Tesouro especificou que o uso da ferramenta ou endereços de Ethereum (ETH) associados a ela seria proibido.

A Circle, a emissora da stablecoin USD Coin (USDC), colocou em sua lista de sancionados os smart contracts (contratos inteligentes) da Tornado Cash poucas horas após o pedido do Tesouro.

“Acreditamos que, se feita sem instruções das autoridades dos EUA, a ação do USDC … foi prematura e pode ter comprometido o trabalho de outros reguladores e agências de aplicação da lei em todo o mundo”, disse a Tether.

A empresa observou ainda que a Paxos, emissora das stablecoins BUSD e USDP, e a stablecoin algorítmica DAI – com 36% de suas reservas em USDC – também não participaram de nenhum congelamento.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store