Coin News

Testemunha chave chamada para depor no inquérito parlamentar do Terra não compareceu

25 Oct, 20222 min readOther
Testemunha chave chamada para depor no inquérito parlamentar do Terra não compareceu

O CEO da empresa de capital de risco Hashed e investidor inicial do Terra, Kim Seo-joon, citou “estresse extremo” após o crash do Terra como o motivo de sua não comparência no Comitê de Assuntos Políticos da Assembleia Nacional da Coreia do Sul.

Seo-joon foi uma das seis pessoas selecionadas para participar do último inquérito do parlamento sul-coreano para entender melhor os eventos que levaram à infame eliminação de US$ 40 bilhões das criptomoedas do Terra, de acordo com um artigo de 24 de outubro do Korea Economic Daily.

De acordo com uma carta de Seo-joon, ele sofreu danos mentais graves após o colapso repentino do LUNC e a desvinculação de sua stablecoin algorítmica associada TerraUSD Classic (USTC), escrevendo:

“Desde que ocorreu o acidente Luna-Terra, sofro de transtorno de ansiedade e transtorno de pânico devido ao estresse mental extremo.”

Além da carta apresentada à Assembleia Nacional, Seo-joon anexou um laudo pericial e atestado médico que afirmava que ele estava hospitalizado e recebendo tratamento psiquiátrico desde 29 de julho.

A medicação e o tratamento de aconselhamento também pioraram a ansiedade de Seo-joon, que “precisa absolutamente de estabilidade emocional neste momento”, de acordo com a opinião do especialista.

Alguns meses após o infame colapso do Luna Classic (LUNC), Seo-joon revelou que a Hashed havia sofrido uma perda de US$ 3,6 bilhões em relação ao seu valor máximo no final de abril, tendo possuído 30 milhões de tokens LUNC, de acordo com uma entrevista de agosto à Bloomberg.

No início deste mês, o presidente da exchange sul-coreana Bithumb, Lee Jung-hoon, também não compareceu à audiência parlamentar em 6 de outubro, citando um transtorno de pânico como o motivo de sua não comparência.

Outras testemunhas chamadas em vários estágios do inquérito incluem o principal acionista da Bithumb, Kang Jong-hyun, CEO da Dunamu, que administra a maior exchange de criptomoedas da Coreia do Sul, UpBit Lee Seok-woo, o diretor da Chai Holdco, Shin Hyun-sung, e o cofundador da Terraform Labs, Daniel Shin.

O CEO e cofundador do Terra, Do Kwon, não foi listado para ser consultado pelo Comitê de Assuntos Políticos da Coreia – já que unidades policiais em todo o mundo continuam tentando rastrear seu paradeiro.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store