Coin News

Temendo censura, Ethereum promete punir corretoras

16 Aug, 20223 min readEthereum
Temendo censura, Ethereum promete punir corretoras

Com o abandono do Proof-of-Work, o Ethereum será “administrado” por validadores e muitos deles devem pertencer à exchanges. Sendo assim, a comunidade está preocupada de que estas possam censurar transações na rede, a pedido de reguladores.

Como solução, formas de censura serão consideradas como um ataque e estes validadores terão punições financeiras. Em outras palavras, terão suas pilhas de Ether (ETH) queimadas.

A discussão é uma mensagem direta para exchanges que poderão oferecer serviços de staking em suas plataformas. Na enquete informal, 87% das pessoas concordam com esta decisão, incluindo Vitalik Buterin.

Exchanges já dominam o Ethereum

Iniciando a discussão neste domingo (14), dados apontam que 66% dos atuais validadores do Ethereum precisam cumprir as regulamentações da Agência de Controle de Ativos Estrangeiros dos EUA, a OFAC. Com isso, um usuário questionou qual seria a posição das exchanges caso as mesmas fossem obrigadas a censurar transações.

“Se os reguladores solicitarem que você censure no nível do protocolo Ethereum com seus validadores, você:A) Cumpre e censura no nível do protocolo.B) Desliga o serviço de staking e preserva a integridade da rede.”

Question for @LidoFinance, @coinbase, @krakenfx, @stakedus, @BitcoinSuisseAGIf regulators ask you to censor at the #ethereum protocol level with your validators will you:A) Comply and censor at protocol levelB) Shut down the staking service and preserve network integrity — Lefteris Karapetsas | Hiring for @rotkiapp (@LefterisJP) August 14, 2022

Dentre estas estão gigantes como Bitstamp, Kucoin, Poloniex, Binance, Coinbase e Kraken, basicamente toda indústria.

Sem respostas, afinal elas poderiam colocar estas empresas em uma saia justa, outra enquete informal foi criada. Nesta é questionado qual será o posicionamento do próprio Ethereum sobre a censura, 87% das respostas consideram isso como um ataque, pedindo que punições sejam aplicadas.

“A resistência à censura não é propriedade do protocolo, é propriedade da comunidade, começa e termina com você.”

“Faça a Coinbase, Kraken, Bitcoin Suisse, etc, entenderem que cumprir [sanções da] OFAC não é uma opção,” escreve o pesquisador Eric Wall em caixa alta. “Isso resultará em punições financeiras sobre todos seus clientes, sendo o fim de seus negócios. Façam elas retirarem suas moedas de stake caso as mesmas não apoiem a resistência a censura.”

MAKE COINBASE, KRAKEN, BITCOIN SUISSE ETC. UNDERSTAND THAT COMPLYING WITH OFAC IS NOT AN OPTIONIT WILL RESULT IN SLASHED STAKES FOR ALL THEIR CUSTOMERS AND THE END OF THEIR BUSINESSMAKE THEM UNSTAKE _NOW_ IF THEY DON’T PLAN TO UPHOLD CENSORSHIP RESISTANCE— Eric Wall X 🏴 (@ercwl) August 15, 2022

Sendo assim, é muito provável que exchanges não sejam validadores do Ethereum após sua grande atualização, programada para o próximo mês, podendo tornar o sistema mais descentralizado do que aparentaria ser antes do início desta discussão.

Por fim, vale notar que até mesmo Vitalik Buterin, fundador do Ethereum, afirmou ser a favor de considerar a censura de transações como uma forma de ataque à criptomoeda, congelando os ethers (ETH) dos atacantes.

Bitcoin vs Ethereum

Com a conversa se tornando motivo de piada entre maximalistas de Bitcoin, o pesquisador Eric Wall lembrou da famosa guerra dos blocos de 2017, onde a comunidade precisou lutar contra a introdução do SegWit2x, implementado no Bitcoin Cash (BCH).

Por fim, Wall também aponta que a discussão sobre Proof-of-Work ser melhor que Proof-of-Stake, e vice-versa, é uma perda de tempo. Em outras palavras, cada modelo possui seus pontos fortes e fracos, podendo co-existirem sem a necessidade de comparações rasas.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store