Coin News

Startup de brasileiro lança projeto em código aberto para a Lightning Network do Bitcoin

15 Oct, 20225 min readBlockchain
Startup de brasileiro lança projeto em código aberto para a Lightning Network do Bitcoin

A ZEBEDEE, uma startup focada em soluções de pagamento usando a rápida Lightning Network, lançou uma nova iniciativa para contribuir com código e produtos de código aberto para o protocolo de segunda camada construído em cima do Bitcoin.

Apelidado de No Big Deal (NBD), o novo projeto sem fins lucrativos já resultou em vários produtos e repositórios de código disponíveis para qualquer pessoa disposta a construir na Lightning Network.

Conforme observado pelo brasileiro André Neves, cofundador e CTO da ZEBEDEE, NBD não se trata de vender ou dar suporte a produtos ou serviços. Em vez disso, trata-se da startup escrevendo código e entregando-o ao mundo para que qualquer pessoa possa pegar qualquer parte dele e usá-lo — ou transformá-lo à vontade — para criar seus próprios produtos.

“Basicamente, criamos um conjunto completo de ferramentas para o indivíduo soberano moderno, desde o cliente que você usaria para configurar um nó, até a carteira que você usaria para gerenciar seus fundos de maneira autossoberana”, disse Neves em uma nota.

“É importante para nós ter algo real, concreto e útil para mostrar antes de falarmos sobre isso, então isso já faz muito tempo. Mas é No Big Deal, na verdade.”

Open Bitcoin Wallet

A primeira onda de produtos do NBD inclui a Open Bitcoin Wallet (OBW) — uma carteira Lightning de Bitcoin sem custódia — e que gira em torno do novo conceito de Canais Hospedados, que eliminam a necessidade de o Bitcoin ser bloqueado dentro de um canal Lightning para fazer pagamentos.

“O foco em Canais Hospedados para esta primeira onda de lançamentos é porque acreditamos que esse é um dos métodos mais promissores dar mais escalabilidade ao Bitcoin através da Lightning Network para as massas de maneira soberana, mantendo o UX simples”, disse Neves ao Decrypt.

De acordo com o CTO da ZEBEDEE, um dos problemas notórios com a integração de usuários à Lightning Network de forma não custodial é que não se pode receber ou enviar fundos até que tenha liquidez suficiente de entrada e saída.

Essa barreira de entrada representa um grande desafio técnico, afastando muitos usuários não tão experientes em tecnologia.

“Com os Canais Hospedados, uma carteira Lightning sem custódia (por exemplo, OBW) pode ser configurada em segundos, solicitando um Canal Hospedado de um LSP (Provedor de serviço Lightning). Esta é uma configuração confiável, mas apenas temporariamente. Depois que os usuários ganharem bitcoin suficiente por meio desses Canais Hospedados, eles poderão abrir os canais Lightning normais”, disse Neves.

Ele explicou que no modelo atual, toda vez que um canal Lightning é aberto, há custos de taxas on-chain envolvidos e é preciso esperar que uma transação seja incluída em um bloco.

Com os Canais Hospedados, um LSP pode fornecer a liquidez “de cara, sem ter que bloquear fundos/pagar taxas, apenas para poder encaminhar pagamentos de e para esse novo usuário”.

“O objetivo é facilitar a integração e reduzir os requisitos de capital para novos usuários de integração, ao mesmo tempo em que fornece um caminho claro para passar desse modelo híbrido para um modelo totalmente não custodial”, acrescentou Neves.

Quanto ao que torna a Open Bitcoin Wallet única, Neves disse que “é uma das únicas carteiras Bitcoin e Lightning Network a suportar o conjunto completo de protocolos LNURL”, que servem como método de comunicação entre carteiras Lightning e aplicativos externos e serviços de terceiros.

De acordo com Neves, isso significa solicitar a abertura do canal Lightning por meio do canal LNURL. “Isso significa que é possível pagar aos códigos QR estáticos da Lightning por meio do LNURL Pay, fazer login com a Lightning por meio do LNURL Auth (um método de autenticação em rápido crescimento para aplicativos e serviços), bem como suporte para saques de serviços através do LNURL Withdraw.”

Além disso, a OBW suporta o envio nativo para endereços Lightning semelhantes a e-mail (por exemplo, enviar 100 sats para [email protected]) independentemente do provedor, bem como um gerenciamento de controle de moedas detalhado para permitir a segregação de UTXOs para usuários preocupados com a privacidade.

Girando um nó da Lightning

O primeiro lote de produtos NBD também inclui um plug-in CoreLightning (CLN) que permite que um operador de nó execute e sirva Canais Hospedados para carteiras como OBW, mas os desenvolvedores disseram que já estão analisando outras áreas de desenvolvimento de código aberto — não necessariamente focados em canais Lightning.

“NBD é cypherpunk. NBD escreve código. Continuaremos a lançar software, ideias, protocolos, pesquisas sobre o desenvolvimento de Bitcoin e Lightning Network. Dito isto, sem revelar muito, acreditamos que há muito mérito em tecnologias como Drivechains e Spacechains, bem como protocolos adjacentes que lidam com a descentralização do compartilhamento de informações, como Nostr”, disse Neves.

É importante ressaltar que o “objetivo da equipe não é se concentrar na construção de ferramentas genéricas de comércio para o comércio em geral, mas realmente desmistificar a ideia por trás de ser um indivíduo moderno e auto-soberano no Bitcoin”.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.co.

O MB oferece taxas regressivas de negociação e estratégia de investimento de acordo com o seu perfil. Junte-se à maior Exchange da América Latina e negocie mais de 200 ativos digitais, como tokens, renda fixa digital e criptomoedas. Abra a sua conta gratuita!

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store