Coin News

Startup brasileira lança plataforma para comercializar experiências únicas e exclusivas no mundo real

1 Sep, 20224 min readOther
Startup brasileira lança plataforma para comercializar experiências únicas e exclusivas no mundo real

A startup brasileira de desenvolvimento de propriedades intelectuais Feel the Match lança em setembro uma plataforma para comercialização de utility tokens que darão aos seus proprietários acesso a experiências únicas e exclusivas no mundo real.

Através da FEEL THE MATCH X, artistas, celebridades, influenciadores e marcas ligadas aos universos do esporte e do entretenimento poderão oferecer experiências únicas e exclusivas no mundo real acessíveis ao público geral através da aquisição de utility tokens.

O CEO da Feel the Match, Bruno Maia, destaca que este novo tipo de produto só pode ser viabilizado devido às tecnologias descentralizadas da Web3 e ao conceito de propriedade digital introduzido pelos NFTs (tokens não fungíveis):

"É um negócio nativo de Web3, ou seja, que utiliza as novas possibilidades tecnológicas para criar algo novo , que tenha aplicação real na vida das pessoas. Não é nossa intenção criar produtos que fiquem guardados em uma carteira digital, esperando que um dia elas se valorizem. Queremos entrar na vida de quem ama os esportes e o entretenimento, propiciando experiências únicas e inéditas, que antes não eram possíveis de serem comercializadas até por falta de um código social e transacional. Com os Utility Tokens, podemos oferecer isso."

Maia conta que a ideia surgiu durante a produção de uma série documentário sobre o ex-jogador e campeão do mundo Romário intitulada "O Cara", da qual ele é diretor. A produção que vai ao ar no canal HBO Max realizou uma série de entrevistas com o craque e viajou pelo mundo recolhendo histórias de jogadores e parceiros que conviveram com Romário.

Quem não gostaria de compartilhar alguns desses momentos de bastidores com grandes nomes do futebol mundial, pensou Maia. A partir daí, a ideia foi amadurecendo até concretizar-se com o lançamento da FEEL THE MATCH X, revela:

"Como eu poderia comercializar o acesso a algo incrível que havíamos criado? Não dava, não existia código social para aquela transação. Percebi que se houvesse um Utility Token, teria sido possível. Acreditamos muito na ideia de comunidade para produtos de Web3. Transformar tudo em marketplace leva a um esgotamento dos formatos e pouca geração de valor real. Vimos isso em muitos projetos de NFTs, por exemplo. Ao mesmo tempo, isso não significa ser nichado. Seremos grandes com curadoria."

A ideia é que a plataforma comercialize não apenas projetos idealizados pela própria Feel The Match, mas também de outros produtores, personalidades e marcas. O conceito de criação de comunidades, muito caro a projetos da Web3, é um elemento central da FEEL THE MATCH X.

Segundo Maia, os projetos que vão fazer parte do lançamento da plataforma privilegiam a diversidade, tanto de experiências proporcionadas quanto ao público que elas podem atingir. Ele cita como exemplo o acesso aos bastidores das diferentes etapas de produção de um filme, da turnê de um grande artista nacional, de um grande festival de música e a uma experiência sensorial conduzida por uma celebridade. No entanto, os nomes dos envolvidos só serão divulgados mais adiante.

Os usuários da plataforma poderão adquirir os utility tokens que darão acesso às experiências via Pix, cartão de crédito, boleto bancário ou criptomoedas. A plataforma também terá um token nativo, o FTMX, que dará descontos e benefícios aos seus detentores ao adquirirem os produtos da Feel The Match.

Além disso, haverá um mercado secundário no qual todos os itens poderão ser revendidos por quem os adquiriu, garantindo que o produtor de conteúdo também seja remunerado pela valorização do seu produto em caso de revenda.

Por fim, Maia destaca o aspecto inovador do projeto, que busca conectar diversas tendências contemporâneas em um novo tipo de produto:

“A Feel The Match X não inventa nada, mas consolida de maneira inédita muitas ideias que estão no ar, sendo experimentadas desconectadas, em diferentes produtos ao redor do mundo, e junta tudo de um jeito inovador e ao mesmo tempo brasileiro”.

Maia também citou que o Rock in Rio, maior festival de música do país, serviu de inspiração para a criação da Feel the Match X. "Cada um que vai até a Cidade do Rock o faz para vivenciar uma experiência diferente. Tem quem vá pra ver um show de um artista de quem é super fã, tem que vá pelo evento, quem vai pela roda gigante, quem vai pra ver e ser visto… Mas existe uma curadoria capaz de juntar dezenas de públicos em torno de uma mensagem em comum. Este é um conceito que queremos oferecer nas experiências que estarão no Feel The Match X."

O Rock in Rio também traz uma novidade em sua edição 2022. O festival terá uma versão no metaverso, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil recentemente. Baseado em uma ilha no formato de uma guitarra no Fortnite, o Rock in Verse terá 12 espaços virtuais inspirados na Cidade do Rock.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store