Coin News

Solana desaba mais 40% após “falência” da FTX e riscos da Alameda Research

9 Nov, 20223 min readOther
Solana desaba mais 40% após “falência” da FTX e riscos da Alameda Research

A exchange de criptomoedas FTX entrou em contato com a exchange de criptomoedas rival Binance para buscar ajuda com a crise de liquidez. Como resultado, a Binance assinou um contrato de empréstimo não vinculativo com opção de compra da FTX.

Enquanto isso, a Alameda Research também está sob uma crise de liquidez, com dados indicando 56 endereços começando com com US$ 222,4 milhões em ativos. Além disso, a empresa praticamente liquidou todas as suas Solana (SOL) depois do colapso do token FTT.

Como resultado, a SOL caiu mais 40% ao longo dessa quarta-feira (9), chegando a mínima de R$ 90. Isso fez a SOL atingir uma queda de 91% em relação ao preço máximo dos últimos 12 meses.

Ativos e Dívidas da Alameda Research

A plataforma de análise on-chain Lookonchain revelou que os 56 endereços da Alameda Research começando com “0x” têm US$ 222,4 milhões em patrimônio líquido. Entre os 56 endereços da Alameda, 19 endereços possuem mais de US$ 100 mil e 13 endereços têm patrimônio líquido de mais de US$ 1 milhão.

A Alameda possui ativos no valor de US$ 150,53 milhões em ativos. Excluindo stablecoins, tokens ETH, BIT e FTT, a empresa tem quase US$ 1 milhão. No entanto, a Alameda vendeu seus tokens Solana (SOL) depois que a Binance anunciou a liquidação dos FTT. Os endereços da Alameda também contêm quantidades significativas de outros tokens, como Fantom (FTM).

De seus quase US$ 103 milhões em ativos, US$ 75,5 milhões estão em finanças descentralizadas (DeFi) e US$ 3,64 milhões em dívidas. A empresa forneceu liquidez de 6.953.001 de FTT no valor de US$ 35,65 milhões no protocolo Abracadabra.

Além disso, 4.606.611 tokens SUSHI, no valor de US$ 6,11 milhões, estão apostados no SushiSwap. A Alameda possui dívidas relacionadas aos tokens NEAR, HT, CRV, MIM, AETH em quatro plataformas diferentes.

Subsidiária FTX já insolvente no segundo trimestre

De acordo com Lucan Nazi, chefe de P&D da CoinMetrics, a situação é ainda mais grave. A Alameda Research já estava insolvente no segundo trimestre, disse o executivo.

Quando a FTX anunciou o resgate de algumas empresas de criptomoedas, como a Celsius, a Alameda já enfrentava problemas de liquidez. No entanto, os resgates recentes fizeram com que a FTX entrasse em crise de liquidez.

De fato, a Alameda e a FTX movimentou 173 milhões de FTT no valor impressionante de US$ 4 bilhões em 28 de setembro. No mesmo dia, a empresa moveu US$ 8 bilhões em FTT e todos os seus SOL.

A Alameda Research e a FTX são algumas das principais apoiadoras da SOL, o que justifica o forte impacto que o colapso de ambas teve na criptomoeda. De fato, a SOL registrou a maior desvalorização das últimas 24 horas: 40%, perdendo somente para os 75% do FTT.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store