Coin News

Snowden indica diretor da SEC como cumplice da FTX

5 d ago2 min readRegulation
Snowden indica diretor da SEC como cumplice da FTX

Edward Snowden, ex-membro da Agência Central de Inteligência (CIA), atacou o caso da FTX. Snowden, atuante no mercado de criptoativos, tendo ajudado a desenvolver a Zcash, falou pela primeira vez sobre a exchange em uma postagem no Twitter.

Segundo ele, a FTX só pôde dar o ‘golpe’ que deu, pois a Casa Branca foi conivente com a empresa. Ele aponta, ainda, que os reguladores americanos são os grandes responsáveis pela falência da FTX.

“A Casa Branca sanciona e prende crianças pelo ‘crime’ de construir ferramentas de privacidade para protegê-lo. Enquanto os ‘reguladores’ brincavam silenciosamente com os ladrões que roubaram de 5 milhões de pessoas”, escreveu ele.

Logo depois ele acrescentou que os reguladores foram coniventes com a FTX, pois ela era uma grande doadora da campanha. “A diferença? Os ladrões eram grandes doadores políticos.”, afirmou.

FTX

Ainda no mesmo post, Snowden fez referência aos desenvolvedores do Tornado Cash, um aplicativo de privacidade para o Ethereum, e aos diretores da bolsa FTX, que recentemente faliu e deixou milhões de pessoas em todo o mundo sem nada.

Snowden ainda citou um artigo da revista Fortune sobre Gary Gensler, presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC). Assim, o artigo indica que a crise pela qual a FTX está passando pode afetar sua posição como diretora da entidade governamental.

Assim que a FTX mostrou sinal de falência, uma investigação foi aberta contra Gensler. O processo é liderado pelo congressista Tom Emmer. De acordo com a postagem, Emmer acusa Gensler de beneficiar Sam Bankman-Fried, ex-CEO da FTX, por meio de “monopólios regulatórios”.

Sobre a situação do FTX, Snowden tem estado bastante ativo em sua conta no Twitter. Ao dar a notícia de que a bolsa estava sob a proteção da lei de falências dos Estados Unidos, o ex-espião lembrou que “as exchanges de custódia são um erro”.

  • Leia também: Mais de R$ 42 bilhões em criptomoedas deixam exchanges após o colapso da FTX
  • Source

    Subscribe to get our top stories

    Coin News
    App StoreApp Store