Coin News

Shiba Inu (SHIB) lança plataforma de “queima” para tentar aumentar preço da criptomoeda

25 Apr, 20223 min readBitcoin
Shiba Inu (SHIB) lança plataforma de “queima” para tentar aumentar preço da criptomoeda

A equipe por trás da popular criptomoeda de meme shiba inu (SHIB) lançou um novo mecanismo de “queimas”, criado para diminuir a oferta em circulação do token enquanto recompensa holders com um token que gera rendimentos.

SHIB foi lançada em 2020 pelo anônimo desenvolvedor Ryoshi como um “experimento de criação descentralizada e espontânea de comunidades”. SHIB pode ser considerada como uma contraparte desenvolvida no Ethereum da dogecoin (DOGE), a criptomoeda de meme mais antiga e mais conhecida da indústria cripto.

No último fim de semana, o “Shib Burning Portal” ficou disponível e, nesta segunda-feira (25), a equipe tuitou que mais de oito bilhões de tokens já tinham sido queimados nas primeiras 24 horas.

Neste momento, a quantidade de tokens queimados já ultrapassou 11 bilhões.

Woof! In the first 24 hours over 8 BILLION $SHIB was burned through the SHIB Burn Portal!🔥Burn $SHIB and earn passive income at !IMPORTANT: Read disclaimer at — Shib (@Shibtoken) April 25, 2022

Ao explicar o novo mecanismo, os desenvolvedores disseram que “tokens são transferidos para um endereço de queima, ou seja, uma carteira da qual não podem ser recuperados”.

“Quando um token é enviado a um endereço de queima, desaparece para sempre. Uma criptomoeda queimada possui uma oferta reduzida, tornando os tokens mais escassos”, segundo a descrição.

Incentivos de queima de SHIB

O Shib Burning Portal foi lançado em colaboração com ryoshis vision (RYOSHI), um token ERC-20 que visa fornecer suporte ao crescimento do ecossistema SHIB.

Usuários que decidirem queimar seus tokens SHIB recebem outro token chamado burntSHIB, que paga recompensas em tokens RYOSHI a uma taxa variável.

Um incentivo mais indireto está reduzindo o fornecimento em circulação de SHIB, algo que pode compensar no longo prazo, pois a escassez aumentada pode — em teoria, mas não necessariamente — se traduzir na valorização da moeda.

“Uma escassez pode aumentar o preço dos tokens, beneficiando investidores, mas nem sempre é garantida”, afirmou a equipe.

Neste momento, o projeto ainda não mostra o resultado desejado: SHIB caiu 2,4% no último dia, estando precificada em US$ 0,00002349, segundo o site CoinMarketCap.

“A Comunidade Shiba Inu ou, como é comumente conhecida e chamada, ‘Shib Army’ [‘Exército Shib’], é bastante eloquente e fornece um feedback contínuo que pode dizer respeito à criação de um método sistemático no qual a escassez pode aumentar enquanto fomenta o potencial de aumentar a riqueza das comunidades em seu investimento”, afirma o site do projeto.

No lançamento do projeto, um total de um quadrilhão em SHIB foi emitido. Os desenvolvedores enviaram metade do fornecimento total para Vitalik Buterin, cofundador do Ethereum, em maio de 2021.

Ryoshi explicou que “não existe grandeza sem um ponto de vulnerabilidade e, contanto que [Buterin] não puxe nosso tapete, então SHIB irá crescer e sobreviver”.

Em seguida, Buterin queimou 410,24 trilhões de SHIB — 90% de suas posses, equivalentes a cerca de US$ 6,7 bilhões — e doou o restante à caridade. Ele argumentou que se fizesse qualquer coisa com os tokens SHIB que havia ganhado, poderia resultar em uma especulação desnecessária.

De acordo com Burn Dashboard, o rastreador do token SHIB, mais de 410 trilhões de SHIB, ou 41% do fornecimento total do token, foi queimado.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store