Coin News

Servidores do Banco Central do Brasil anunciam apoio a empresa de NFTs

26 Aug, 20222 min readNFT
Servidores do Banco Central do Brasil anunciam apoio a empresa de NFTs

A Fenasbac (Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central) anunciou apoio à NFTFY, aplicação que fraciona tokens não fungíveis (NFTs).

De acordo com um comunicado da empresa, a NFTFY foi uma das oito startups escolhidas para integrar o projeto de aceleração Next Fintech. O programa tem como objetivo desenvolver e impulsionar soluções e negócios inovadores no setor financeiro do Brasil.

Além da NFTFY, outras empresas com soluções DeFi foram selecionadas para fazer parte do projeto como, por exemplo, a AmFi, a Credix, a Flourish, a Killb, a Plan e a Plific.

A aceleração terá um total de 16 semanas de duração. O programa começa com a definição de um diagnóstico e plano de ação personalizado para cada Fintech.

“É uma satisfação enorme fazer parte desse projeto. Será uma forma de aprimorar o trabalho da NFTFY, preparando-a para um futuro que rompe barreiras e muda o rumo das finanças”, disse Leonardo Carvalho da NFTFY.

NFTFY ‘próximo’ do Banco Central do Brasil

Além disso, ele apontou que a Next Fintech é uma iniciativa inovadora por reunir DeFi e o sistema Open Banking. Para a execução do projeto, a Next Fintech conta com grandes empresas do mundo cripto e financeiro. Entre elas, estão o Mercado Bitcoin, a Sinqia e a Finansystech, como mantenedoras.

Ao mesmo tempo, as empresas selecionadas contam com o amparo de Numerik e MCS Law para maior desenvolvimento da área de negócios.

“Entre os benefícios estão: a interação com regulador; o diagnóstico e o apoio em áreas de desenvolvimento do negócio. Além disso, há acesso a profissionais de mercado e especialistas e desenvolvimento de parcerias estratégicas com grandes corporações”, diz o comunicado.

A NFTFY destaca, além disso, que o Next tem integração ao ecossistema LIFT. Este, por sua vez, é o laboratório virtual que promove protótipos de inovação financeira e tecnológica, junto com o Banco Central.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store