Coin News

Senadores dos EUA exigem que Bankman-Fried e executivos sejam responsabilizados pelo caos gerado pela FTX

2 h ago2 min readOther
Senadores dos EUA exigem que Bankman-Fried e executivos sejam responsabilizados pelo caos gerado pela FTX

Os senadores democratas Elizabeth Warren e Sheldon Whitehouse enviaram uma carta ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos nesta quarta-feira (23) pedindo para o procurador-geral Merrick Garland investigar as “alegações perturbadoras de fraude e comportamento ilícito que levaram ao colapso da [FTX]”. Além disso, exigiram que os executivos da empresa sejam responsabilizados “em toda a extensão da lei”.

No documento, os congressistas lembraram Garland e o procurador-geral assistente Kenneth Polite do compromisso recentemente renovado com o departamento de Justiça de processar criminosos de colarinho branco. Eles pediram que a Procuradoria honrasse isso e começasse a investigar o ex-CEO da FTX Sam Bankman-Fried e outros executivos “com o maior escrutínio”.

Elizabeth, uma crítica de longa data da indústria cripto, monitorou de perto o colapso da FTX, baseada nas Bahamas, bem como os efeitos em cascata que o colapso teve em todo o mercado.

Na terça-feira (22), Elizabeth, o senador Dick Durbin e a senadora Tina Smith também enviaram uma carta à Fidelity, pedindo à empresa de serviços financeiros que reconsiderasse permitir que clientes de varejo incluíssem Bitcoin (BTC) em seus planos de aposentadoria. E na semana passada, Elizabeth e Durbin enviaram uma carta ao fundador da FTX Bankman-Fried e ao atual CEO da corretora, John Jay Ray III, pedindo informações sobre o que motivou o colapso da empresa.

Leia mais:

Além do efeito indireto em toda a indústria de criptomoedas, a carta de Elizabeth e Whitehouse expressa preocupação com o impacto da implosão da FTX sobre os investidores de varejo, que, segundo eles, receberam uma “falsa sensação de segurança e legitimidade” por causa das “colocações de anúncios de alto valor e dos endossos de celebridades” da corretora. A supermodelo brasileira Gisele Bündchen, por exemplo, é sócia do negócio e já fez propaganda para a empresa.

Embora a carta exija que o departamento de Justiça investigue e processe todos os executivos da FTX potencialmente envolvidos na suposta fraude, Bankman-Fried carrega o peso da ira de Elizabeth e Whitehouse.

“A queda da FTX não foi simplesmente resultado de negócios e práticas de gestão desleixadas, mas parece ter sido causada por táticas intencionais e fraudulentas empregadas pelo Sr. Bankman-Fried e outros executivos da FTX para enriquecer”, escreveram os senadores.

“Na verdade, o Sr. Bankman-Fried já havia revelado seus verdadeiros interesses de autoenriquecimento no ano passado, quando desviou US$ 300 milhões para sua própria carteira.”

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store