Coin News

SEC já estava investigando FTX antes do colapso, apontam fontes

9 Nov, 20222 min readRegulation
SEC já estava investigando FTX antes do colapso, apontam fontes

Fontes da Bloomberg apontam que tanto a SEC quanto a CFTC já estavam investigando a FTX antes mesmo de seu colapso, ocorrido nesta terça-feira (8) após seu fundador confirmar a insolvência da corretora.

A suposta investigação buscava entender a relação entre a FTX.com, a que apresentou problemas de caixa, e a FTX.us, corretora que atende apenas a americanos. Indo além, até mesmo a Alameda Research, outra comandada por Sam Bankman-Fried.

Mesmo com a antecedência das agências americanas, o mundo das criptomoedas trabalha em um ritmo não acompanhável. Afinal, os rumores sobre a FTX se confirmaram em uma única semana e o mercado derrubou uma das maiores gigantes da indústria.

SEC e CFTC já estavam acompanhando FTX há meses, mas de nada adiantou

Segundo informações, a investigação da FTX pela Comissão de Valores Mobiliáios dos EUA (SEC) teria começado há meses atrás, focando nos serviços de empréstimos de criptomoedas oferecidos pela FTX US, corretora regulada nos EUA.

A Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) teria se juntando mais tarde à SEC, buscando entender a relação entre a FTX.us e a FTX.com, esta segunda com sede nas Bahamas e que não atende americanos.

Outra ligada à investigação seria a Alameda Research, empresa de Sam Bankman-Fried apontada como o estopim para esta crise. Afinal, seu caixa estava majoritariamente composto pelo token FTT, emitido pela própria FTX.

Entretanto, mesmo com meses de vantagem, as agências americanas não conseguiram salvar nenhum investidor. Os rumores de insolvência se provaram verdadeiros em poucos dias conforme clientes correram para sacar seus fundos.

Resta agora saber qual será a posição da justiça americana em relação ao ocorrido. De qualquer forma, SBF já declarou que a FTX.us não está ligada à quebra da FTX global, talvez tentando amenizar sua situação.

Quebra da FTX chama atenção dos reguladores

Até então corretoras offshore dominam o mercado de criptomoedas por conseguirem oferecer taxas mais baixas e outras vantagens aos seus clientes. Entretanto, o fiasco da FTX deve abrir um novo capítulo na história desta nascente indústria.

Changpeng Zhao, fundador da Binance, já admitiu que os investidores estão perdendo a confiança no setor. Indo além, também afirmou que reguladores atacarão a Binance como nunca.

Portanto, sua tentativa de salvar a FTX pode ser uma tentativa de salvar a si mesmo. Afinal, boa parte de sua fortuna está em BNB, ativo fortemente dependente do sucesso de sua corretora, que pode estar em apuros.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store