Coin News

SBF prepara documento em que irá contar tudo que aconteceu na FTX, diz jornal

7 d ago3 min readOther
SBF prepara documento em que irá contar tudo que aconteceu na FTX, diz jornal

Fontes ligadas diretamente ao ex-CEO da FTX, Sam Bankman-Fried (SBF), afirmaram que ele prepara um grande documento que irá explicar, com suas palavras, tudo que ocorreu na exchange.

Conforme publicou o jornalista chinês Jin X, SBF apresentará detalhes sobre como a empresa usava os fundos dos usuários e os “representava” em FTT. Ou seja, a FTX gastava as criptomoedas que os usuários enviavam para a empresa e forneciam liquidez em FTT. Lembrando que o FTT é um token criado, desenvolvido e emitido pela própria FTX.

Além disso, segundo Jin, no artigo de SBF também irá contar como estão as coisas agora na FTX e os planos para retomar os saques dos usuários. Mesmo tendo feito um pedido de recuperação judicial, a empresa ainda pretende se reerguer. No entanto, o jornalista alega que o documento pode ser somente uma estratégia para ganhar tempo e evitar processos de clientes, que devem vir em massa a partir de agora.

Ainda segundo Jin, “a recuperação judicial não significa necessariamente o fim de uma empresa ou sua capacidade de fornecer valor e dinheiro aos clientes”.

Como tudo começou e acabou

Os problemas na FTX começaram há cerca de uma semana quando uma reportagem do CoinDesk revelou que a liquidez da empresa era baseada em FTT. Após a publicação, a comunidade começou a questionar o caso e comparar a FTX com a Terra (LUNA).

Cerca de três dias depois, o CEO da Binance – que foi investidor inicial da FTX – disse que ia vender seus FTT. Ele alegou que a FTX não tinha liquidez, que fazia lobby contra a Binance nos EUA e que a empresa ia falir igual a Terra. A FTX, por sua vez, não engoliu a provação de CZ e declarou que se ele queria vender os FTT a Alameda (empresa do grupo) poderia comprar tudo, mas CZ não quis.

Então, desde que CZ falou que ia vender seus tokens, houve uma avalanche de pedidos de retirada na FTX. Porém, a empresa não conseguiu cumprir as solicitações de saques, gerando um efeito cascata, aumentando os problemas de liquidez. Dois dias depois da declaração de CZ, SBF foi ao Twitter dizer que a empresa não tinha liquidez e que estava negociando a venda dela com a Binance.

CZ confirmou a informação, mas declarou que ia analisar os livros da empresa antes. Menos de 48 horas depois, o CEO da Binance anunciou que não tinha como salvar a empresa, pois ela estava literalmente falida.

A notícia impactou fortemente o mercado e horas depois do anúncio de CZ, SBF assumiu a culpa pela falência da empresa. Ele entrou com pedido de recuperação judicial, com uma dívida de US$ 50 bilhões dividida em 13o empresas que integram o grupo.

  • Leia também: PicPay libera novos tokens para negociação: Uniswap (UNI) e Chainlink (LINK)
  • Source

    Subscribe to get our top stories

    Coin News
    App StoreApp Store