Coin News

Sam Bankman-Fried vai participar de evento do New York Times e a comunidade está furiosa

1 h ago5 min readOther
Sam Bankman-Fried vai participar de evento do New York Times e a comunidade está furiosa

O ex-CEO da FTX, Sam Bankman-Fried, mais uma vez atraiu a ira da comunidade cripto - desta vez por causa de sua participação em uma conferência em Nova York agendada para 30 de novembro.

Membros vocais do Crypto Twitter questionaram por que o ex-CEO da exchange falida continua livre depois dos eventos recentes.

Em uma postagem publicada no Twitter em 23 de novembro, Bankman-Fried anunciou que participará de um painel com o jornalista do The New York Times, Andrew Sorkin, no DealBook Summit “na próxima quarta-feira”.

A notícia foi confirmada publicamente por Sorkin, que disse: “Há muitas perguntas importantes a serem feitas e respondidas. Nada vai além dos limites.”

A lot of folks have been asking if I would still be interviewing @SBF_FTX at the @nytimes @dealbook Summit on Nov 30…The answer is yes.There are a lot of important questions to be asked and answered.Nothing is off limits.Looking forward to it… — Andrew Ross Sorkin (@andrewrsorkin) November 23, 2022

Muitas pessoas têm perguntado se eu ainda estaria entrevistando @SBF_FTX no @nytimes @dealbook Summit em 30 de novembro…

A resposta é sim.

Há muitas perguntas importantes a serem feitas e respondidas.

Nada está além dos limites.

Ansioso por esse momento...

— Andrew Ross Sorkin (@andrewrsorkin)

Após o colapso da FTX, alguns membros da comunidade perguntaram se Bankman-Fried honraria seus compromissos públicos pré-agendados, incluindo a participação no DealBook Summit.

Um porta-voz do The New York Times confirmou ao Cointelegraph que Bankman-Fried foi convidado para o DealBook Summit vários meses atrás - bem antes do crash da FTX - e que provavelmente participaria da entrevista virtualmente das Bahamas, afirmando:

"Convidamos o Sr. Bankman-Fried para ser entrevistado na Conferência há vários meses. Neste momento, esperamos que o Sr. Bankman-Fried participe da entrevista das Bahamas."

De acordo com uma reportagem do Gawker publicada em 11 de novembro, Bankman-Fried foi listado anteriormente na página do palestrante como "C.E.O, FTX". No entanto, a página do palestrante agora mostra que seu título foi atualizado para "Fundador, FTX" - em razão de sua renúncia ao cargo desde o pedido de falência da FTX.

Cripto Twitter se manifesta

A comunidade cripto não recebeu bem a notícia, com muitos observando que Bankman-Fried deveria estar sob custódia em vez de falar livremente em conferências.

O procurador dos EUA John Deaton e fundador da Crypto Law comentou que, se a polícia dos EUA não prender e acusar formalmente Bankman-Fried - que atualmente está baseado nas Bahamas - por crimes de fraude e roubo se ele entrar nos EUA na próxima semana, então o sistema judiciário do país “foi comprometido”.

Let me make this clear if SBF isn’t arrested and charged with fraud, wire-fraud, theft, and possibly money laundering before and instead gets to spew out his bullshit narrative, our system of justice has been compromised. @ewarren you claim to be for the little guy, where are you — John E Deaton (@JohnEDeaton1) November 23, 2022

Deixe-me esclarecer se SBF não for preso e acusado de fraude, fraude eletrônica, roubo e possivelmente lavagem de dinheiro e, em vez disso, vomitar sua narrativa de merda, nosso sistema de justiça foi comprometido. @ewarren você estará do lado desse rapaz, onde você está?

— John E Deaton (@JohnEDeaton1)

A influenciadora britânica e defensora do Bitcoin, Layah Heilpern, disse a seus 328.200 seguidores no Twitter que “é nojento” que Bankman-Fried esteja presente na conferência e não sob custódia da Justiça.

The fact he is going to be speaking on stage at a damn conference rather than in custody being investigated for fraud and theft is incredible.He’s an agent of the establishment. It’s disgusting. — Layah Heilpern (@LayahHeilpern) November 23, 2022

O fato de ele estar falando no palco em uma maldita conferência, em vez de estar sob custódia sendo investigado por fraude e roubo, é incrível.

Ele é um agente do establishment. É nojento.

— Layah Heilpern (@LayahHeilpern)

Ryan Adams, fundador da empresa de investimentos Mythos Capital e da Bankless, levou as coisas um passo adiante ao comparar a prisão e a detenção por tempo indeterminado de Alexey Pertsev - o principal desenvolvedor por trás do agora sancionado pelos EUA Tornado Cash - com a conduta insondável de Bankman-Fried, que ainda está para ser investigado.

Alexey Pertsev is still sitting in jail without charges for writing open source privacy code meanwhile... — RYAN SΞAN ADAMS - rsa.eth (@RyanSAdams) November 23, 2022

Alexey Pertsev ainda está preso sem acusações por escrever um protocolo de privacidade de código aberto enquanto isso.

— RYAN SΞAN ADAMS - rsa.eth (@RyanSAdams)

Enquanto isso, o presidente do Real Bedford FC e defensor do Bitcoin, Peter McCormack, brincou que Bankman-Fried receberia “um Prêmio Nobel nesse ritmo.”

SBF will get a Nobel Prize at this rate— Peter McCormack‍☠️ (@PeterMcCormack) November 24, 2022

SBF vai receber um Prêmio Nobel nesse ritmo

— Peter McCormack‍☠️ (@PeterMcCormack)

O New York Times foi recentemente criticado pela comunidade criptográfica por escrever um "artigo fofo sobre o SBF", que parecia ignorar as supostas fraudes e crimes de Bankman-Fried e, em vez disso, preocupou-se em saber se ele estava dormindo o suficiente.

Quanto ao paradeiro atual de Bankman-Fried, Crypto Crib postou fotos para seus 66.900 seguidores no Twitter em 23 de novembro do que parece ser Bankman-Fried comendo com sua mãe e várias outras pessoas em sua cobertura nas Bahamas.

Em 23 de novembro, o procurador-geral dos EUA, Merrick Garland, o assistente de Merrick, Kenneth Polite, e os senadores dos EUA, Elizabeth Warren e Sheldon Whitehouse, solicitaram que o Departamento de Justiça dos EUA iniciasse uma investigação em larga escala sobre o papel de Bankman-Fried e de outros executivos da FTX no colapso da FTX.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store