Coin News

Sam Bankman-Fried está 'sob monitoramento' em Bahamas e estaria tentando fugir para Dubai

7 d ago3 min readOther
Sam Bankman-Fried está 'sob monitoramento' em Bahamas e estaria tentando fugir para Dubai

O ex-CEO da FTX Sam Bankman-Fried, o cofundador Gary Wang e o diretor de engenharia Nishad Singh estão nas Bahamas e estão “sob supervisão” pelas autoridades locais.

Uma fonte familiarizada com o assunto disse ao Cointelegraph que os três ex-executivos da FTX, bem como a CEO da Alameda Research Caroline Ellison, estão procurando maneiras de fugir para Dubai. Embora o plano tenha sido feito assumindo que os Estados Unidos “não têm nenhum tratado de extradição” com os Emirados Árabes Unidos, as nações assinaram um tratado de assistência jurídica mútua (MLAT) em 24 de fevereiro de 2022, para trabalhar contra criminosos.

“No momento, três deles, Sam, Gary e Nishad, estão sob supervisão nas Bahamas, o que significa que será difícil para eles partirem”, disse a fonte, que pediu para permanecer anônima. A fonte também revelou que Ellison está atualmente em Hong Kong, acrescentando que isso significa que “ela pode chegar a Dubai”.

No entanto, o coinbureau, membro da comunidade, citou sua fonte no governo dos EUA para confirmar que os membros da FTX que tentarem chegar a Dubai serão detidos no aeroporto e enviados diretamente de volta aos Estados Unidos.

Uma teoria semelhante foi discutida como parte de um espaço no Twitter de 16 horas pelo apresentador do The Crypto Roundtable Show, Mario Nawfal, com um orador convidado alegando que "fontes confiáveis" testemunharam Bankman-Fried "em um espaço reservado" com autoridades em Albany Tower — um resort de luxo localizado em New Providence, nas Bahamas.

Rumores não confirmados também sugerem que Bankman-Fried está atualmente acompanhado por seu pai, Joseph Bankman.

Também houve relatos de que Bankman-Fried havia sido preso na pista do aeroporto das Bahamas circularam em 10 de novembro com evidências sugerindo que o jato particular de Bankman-Fried havia sido aterrado por 40 minutos a caminho de Miami de Nassau.

Em 12 de novembro, rumores apontavam que Bankman-Fried havia desembarcado em Buenos Aires nas primeiras horas do dia, depois que usuários do Twitter rastrearam as coordenadas de seu jato particular usando o site de rastreamento de voos ADS-B Exchange.

No final do dia, Bankman-Fried em uma mensagem de texto à Reuters negou as especulações de que ele havia fugido para a Argentina, alegando que ainda estava nas Bahamas.

O ex-CEO da FTX está no centro de um dos maiores escândalos da história do setor.

Um relatório do The Wall Street Journal em 9 de novembro sugeriu que o Departamento de Justiça dos EUA e a Comissão de Valores Mobiliários estão investigando o colapso da exchange de criptomoedas.

O Departamento de Proteção Financeira e Inovação (DFPI) do estado da Califórnia anunciou em 10 de novembro que abrirá uma investigação sobre o “aparente fracasso” da bolsa.

Aproximadamente 130 empresas do Grupo FTX, incluindo FTX Trading, FTX US e Alameda Research, iniciaram o processo de falência em 11 de novembro.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store