Coin News

Robert Kiyosaki diz que CEO da FTX é o "Madoff das criptomoedas"

2 h ago3 min readOther
Robert Kiyosaki diz que CEO da FTX é o "Madoff das criptomoedas"

Com o recente colapso da FTX, as discussões sobre os envolvidos estão nos holofotes, com diferentes nomes falando suas opiniões sobre o esquema que roubou pelo menos 1 milhão de pessoas. Robert Kiyosaki, conhecido por ser o autor do livro "Pai Rico, Pai Pobre", comparou o CEO da FTX com o maior esquema de pirâmide da história financeira.

O famoso autor criticou o fundador da FTX, Sam Bankman-Fried, em um tweet na última quarta-feira, 15 de novembro, rotulando-o como “o Bernie Madoff das criptomoedas."

"Que [email protected]# é essa?. A FTX maior doadora de dinheiro para os Democratas nas eleições. Kevin O'Leary e Jim Kramer chamaram Sam Bankman-Fried de Warren Buffet das criptos. SBF está mais para Bernie Madoff das criptos. Quão mais corrupto o Vale do Silício e Hollyweird podem se tornar? Agora pagando para roubar eleições?."

WTF:FTX largest donator to Democrats for Midterms. Kevin O’Leary & Jim Kramer raved about Sam Bankman-Fried calling him the Warren Buffet of Crypto. SBF more like Bernie Madoff of Crypto. How much more corrupt can Silicon Valley & Hollywierd become? Now paying to steal elections?— therealkiyosaki (@theRealKiyosaki) November 15, 2022

Madoff foi um fraudador americano e investidor de Wall Street que administrou por quase 30 anos o maior e mais devastador esquema Ponzi da história, enganando milhares de investidores em cerca de US$ 64,8 bilhões.

A comparação é porque há não muito tempo a Fortune colocou o rosto de Bankman-Fried em sua capa e perguntou se ele era "O Novo Warren Buffet"

Fortune: Is SBF the next Warren Buffett?Narrator: No. No he was not. — Bucco *Parody* Capital (@buccocapital) November 8, 2022

É, em retrospectiva, a resposta é não.

Partidos políticos devolvendo dinheiro recebido da FTX

A FTX foi um dos maiores doadores de valores para políticos durante a campanha para as eleições de meio termo dos EUA.

Mais de US$ 13 milhões foram doados por Bankman-Fried a dezenas de políticos e grupos de campanha em 2022. Mas diferente do que o autor do Pai Rico, Pai Pobre alega, ele não doou apenas para os democratas.

Enquanto os democratas receberam a maioria das contribuições de SBF, os republicanos receberam cerca de US$ 24 milhões de Ryan Salame, um dos principais tenentes de Bankman-Fried. Os associados de ambos os lados gastaram pesadamente: mais de US$23 milhões para os democratas de Bankman-Fried e mais de US$12 milhões para os republicanos de Salame.

Após o caso da FTX explodir, a relação de políticos com a corretora passou a ser um link complicado. Com isso, os candidatos estão "devolvendo" o dinheiro da campanha através de doações para caridade.

De acordo com os representantes dos deputados Chuck Garcia (D-Illinois) e Kevin Hern (R-Oklahoma), suas respectivas campanhas doaram dinheiro para uma instituição de caridade local equivalente à quantia que receberam dos funcionários da FTX.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store