Coin News

Resumo da semana cripto: Grandes empresas revelam perdas com Bitcoin, mas mercado anda de lado

7 Aug, 20225 min readBitcoin
Resumo da semana cripto: Grandes empresas revelam perdas com Bitcoin, mas mercado anda de lado

Embora os hodlers de criptomoedas, de um modo geral, provavelmente estejam com um um pouco de prejuizo em relação ao último fim de semana, a realidade é que os mercados mal se moveram nos últimos sete dias.

O Bitcoin perdeu cerca de 5% ao longo da semana para chegar a US$ 23.216, enquanto o Ethereum caiu 0,3%, para US$ 1.714

Não houve movimentos de preços notáveis entre as 30 principais criptomoedas por capitalização de mercado, exceto o Flow, que subiu 33% para US$ 2,64.

Qual é a empolgação com o Flow? Na quinta-feira (4), o Instagram adicionou suporte para NFTs baseados em Flow para usuários em mais de 100 países diferentes. O anúncio da empresa-mãe da Insta, a Meta, elevou o preço da Flow em 44% em questão de horas naquele dia.

Notícias das criptomoedas

O bear market está no fim? O Bank of America parece pensar assim. Na edição de julho de seu relatório Global Cryptocurrencies and Digital Assets, o banco registrou um aumento de 11% no mercado de ativos digitais de 29 de junho a 26 de julho, embora isso chegue ao final de uma contração de 56% no acumulado do ano no mercado.

No mesmo período de junho/julho, de acordo com o relatório, houve meio bilhão de dólares em saídas de Bitcoin de exchanges para carteiras, potencialmente sinalizando um mercado altista à medida que os investidores transferiam a criptomoeda para o armazenamento para o HODL.

O fluxo de entrada para as exchanges das quatro principais stablecoins (USDT, USDC, BUSD e DAI) totalizou cerca de US$ 1,4 bilhões em três semanas consecutivas. Os investidores normalmente movem stablecoins para exchanges para que possam gastá-las em ativos digitais mais arriscados, então esse é outro sinal de alta.

MicroStrategy

Na terça-feira (2) , a MicroStrategy anunciou que seu CEO Michael Saylor, amante do Bitcoin, deixou o cargo de CEO após 33 anos. Phong Le, o presidente da empresa, foi escolhido para ocupar o lugar de Saylor.

A mudança entra em vigor na segunda-feira (8) e, de acordo com Saylor, seu novo papel como presidente executivo permitirá que ele se concentre em expandir o tesouro de Bitcoin de US$ 2,8 bilhões da empresa, o maior do gênero para uma empresa privada.

Na teleconferência de resultados do segundo trimestre da MicroStrategy, a empresa informou uma taxa de deterioração de US$ 917 milhões, o que significa que a empresa perdeu cerca de um quarto no investimento total, embora isso seja notícia pública por algum tempo.

Mas Saylor não está sozinho. Na quinta-feira (4), a Block, a empresa de pagamentos formada pelo fundador do Twitter e companheiro de Bitcoin maxi Jack Dorsey, relatou uma perda por desvalorização de US$ 36 milhões em Bitcoin no segundo trimestre. A empresa atribui isso à “incerteza mais ampla em torno dos ativos criptográficos”.

EUA e Reino Unido

Na quarta-feira (3), um grupo bipartidário de senadores americanos chamado Comitê de Agricultura do Senado apresentou a Lei de Proteção ao Consumidor de Commodities Digitais. O projeto de lei propõe conceder à Commodity Futures Trading Commission “supervisão exclusiva” sobre o que considerar como “commodities digitais”. Significativamente, o projeto lista Bitcoin e Ethereum como commodities.

Na semana passada, soubemos que a CFTC estava reforçando sua equipe de tecnologia em preparação para potencialmente supervisionar as criptomoedas. Esta nova proposta legislativa do Comitê de Agricultura do Senado vem de um projeto de lei bipartidário da Câmara que também exige que a CFTC seja o principal regulador do setor. A Lei de Inovação Financeira Responsável foi lançada em junho e é copatrocinada pela senadora Kirsten Gillibrand (D-NY) e pela senadora Cynthia Lummis (R-WY).

A criptomoeda também está promovendo alianças entre partidos no Reino Unido. O grupo All Party Parliamentary Group (APPG) “se concentrará nas principais questões políticas em relação ao setor de cripto e ativos digitais do Reino Unido e […] quer ouvir operadores de cripto, reguladores, especialistas do setor e governo sobre a necessidade de regulamentação do setor”.

Nesse mesmo dia, foi relatado que a senadora dos EUA Elizabeth Warren, de Massachusetts, está obtendo apoio entre colegas no Capitólio para uma carta que pediria ao Escritório do Controlador da Moeda que retirasse a orientação cripto na qual os bancos vem confiando.

A orientação legal visada por Warren permite que os bancos mantenham depósitos que atuam como reservas que respaldam stablecoins. Isso estabelece as bases para os bancos oferecerem potencialmente outros serviços relacionados a criptomoedas. Warren é linha-dura quando se trata de regular as criptomoedas, e sua carta supostamente pede ao OCC que trabalhe com o Federal Reserve e a Federal Deposit Insurance Corporation para desenvolver uma nova abordagem.

Traduzido com autorização do Decrypt.co.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store