Coin News

Reportagem da Reuters mostra como Binance tentou evitar reguladores nos EUA e expõe vida privada de CZ

17 Oct, 20224 min readRegulation
Reportagem da Reuters mostra como Binance tentou evitar reguladores nos EUA e expõe vida privada de CZ

A agência de notícias Reuters publicou nesta segunda-feira (17) uma reportagem especial na qual detalha como o CEO da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, e os assessores da corretora, “conspiraram” para escapar da vigia dos reguladores dos Estados Unidos e do Reino Unido.

De acordo com a investigação da Reuters, CZ aprovou em 2018 um plano para “isolar” a Binance das autoridades dos EUA, ao criar uma nova exchange americana, a Binance US. Essa estratégia seria uma forma da Binance desviar a atenção dos reguladores da sua plataforma principal que opera no mundo inteiro, servindo como uma “câmara de compensação de consultas regulatórias”.

Nos anos seguintes, porém, problemas começaram a surgir na subsidiária da Binance nos EUA. Segundo a reportagem, quase metade da equipe de compliance da corretora nos EUA se demitiu em 2022 depois que um novo chefe das operações passou a dirigir a companhia no país.

Para chegar às informações, os jornalistas entrevistaram cerca de 30 ex-funcionários, consultores e parceiros de negócios. Eles também tiveram acesso a milhares de mensagens, e-mails e documentos da empresa dos últimos cinco anos.

De acordo com ex-funcionários, a equipe que trabalha para garantir a segurança regulatória da corretora saiu porque a nova direção os pressionava a registrar usuários tão rapidamente que não era mais possível fazer as verificações de identidade necessárias para impedir que a lavagem de dinheiro acontecesse na plataforma.

O uso ilícito da Binance já foi apontado por reportagens passadas da Reuters, que estimaram que criminosos usaram a plataforma para lavar cerca de R$ 12 bilhões em criptomoedas entre 2017 e 2021.

As novas informações sobre os problemas internos da Binance chegam no momento que o Departamento de Justiça dos EUA investiga se a corretora violou a Lei de Sigilo Bancário, que estabelece que as empresas que operam no país sigam uma série de requisitos antilavagem de dinheiro.

No Reino Unido, segundo a Reuters, a Binance aplicou um plano similar para escapar dos reguladores. Em 2020, CZ assinou um documento que autorizava um executivo da empresa a ocultar um documento de uma unidade da corretora no país para evitar que ele fosse revisado sob as regras de finanças ilícitas do Reino Unido.

Detalhes sobre a vida pessoal de CZ

A Reuters também revelou detalhes sobre a vida pessoal de CZ. De acordo com a agência, o bilionário teve um filho com a chinesa Yi He, cofundadora da Binance, nascido nos EUA. Segundo quatro pessoas familiarizadas com o assunto, CZ e Yi He estiveram em um relacionamento romântico por vários anos.

“As empresas geralmente têm políticas em vigor em relação a esses relacionamentos, com algumas exigindo que uma das pessoas envolvidas deixe a organização”, apontou a reportagem da Reuters.

A Binance fez uma publicação no seu blog para responder de forma paralela a reportagem da Reuters, na qual CZ critica a postura da reportagem de escrever detalhes sobre sua vida pessoal.

“Eles baixaram ainda mais o nível e cruzaram a linha para um território indefensável. Eles sinalizaram a intenção de escrever sobre meus filhos. […] Meus filhos não são do interesse público e estes repórteres estariam conscientemente colocando-os em perigo ao publicar informações sobre eles. Isto denota falta de princípios e é intolerável”, escreveu CZ.

Sobre as acusações de compliance falho, ele se limitou a apontar os esforços da Binance para esse campo nos últimos anos:

“Somente no último ano, contratamos mais de 4 mil novos funcionários, muitos dos quais nas áreas de compliance, investigações e segurança. […] Temos trabalhado lado a lado com reguladores de todo o mundo para reestruturar nossa organização e atualizar nossos sistemas. […] Esse é um esforço que nunca termina, por isso continuamos investindo para estabelecer uma estrutura de compliance em que os usuários possam confiar.”

*Matéria em desenvolvimento.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store