Coin News

Reguladora global anti-lavagem de dinheiro nega reforço na checagem de corretoras de criptomoedas

8 Nov, 20222 min readRegulation
Reguladora global anti-lavagem de dinheiro nega reforço na checagem de corretoras de criptomoedas

A Força-Tarefa de Ação Financeira (FATF, na sigla em inglês) negou qualquer mudança na sua política de monitoramento de ativos digitais. A afirmação vem depois que a Al Jazeera informou que a organização faria “checagens anuais para garantir que as regras anti-lavagem de dinheiro e contra o financiamento ao terrorismo estão sendo seguidas por provedores de criptomoedas“.

A FATF se recusou a comentar sobre “especulações da mídia”, mas disse ao CoinDesk que não mudou a “maneira ou frequência de suas avaliações” de ativos virtuais definidos em sua política. Pela na “Recomendação R.15” da FATF, todos os países devem priorizar a implementação rápida e eficaz de regulações de criptomoedas para garantir que não sejam mal utilizadas por criminosos, disse.

“Esta recomendação continua a ser avaliada e classificada como parte da avaliação mútua dos países ou relatórios de acompanhamento”, disse a FATF, em nota.

Assista: Chegou a oportunidade do ano para o Bitcoin? Especialistas avaliam

Desde 2018, o órgão internacional procura definir criptoativos e provedores de serviços de forma a aplicar diretrizes específicas de combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo na indústria de criptomoedas.

Em 2021, publicou orientações atualizadas para provedores de serviços de ativos virtuais. No início deste ano, informou que quase metade das jurisdições do mundo ainda não exigiam que os provedores de serviços de criptografia identificassem seus clientes corretamente.

De forma geral, a implementação dos padrões da FATF para regular as criptomoedas “continua extremamente ruim”, disse no e-mail. Também não mudou o processo pelo qual adiciona países à lista cinza para aumentar o monitoramento. Sua verificação anual é uma “atualização direcionada”, que fornece uma visão geral da conformidade global, mas os países não são classificados nem reclassificados durante o processo.

“A implementação do R.15 continua a ser uma prioridade para a FATF, que continuará a explorar e tomar as medidas necessárias para promover seu cumprimento”, afirmou.

Cadastre-se e descubra como surfar a Terceira Onda das Criptomoedas e entenda por que você deveria olhar agora para esse tipo de investimento

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store