Coin News

Regulador das Bahamas determina que FTX transfira suas criptomoedas para carteiras do governo

48 min ago4 min readRegulation
Regulador das Bahamas determina que FTX transfira suas criptomoedas para carteiras do governo

A Comissão de Valores Mobiliários das Bahamas (SCB, na sigla em inglês) determinou que a FTX esvazie todas as suas carteiras de criptomoedas. De acordo com a decisão proferida na quinta-feira (17), a exchange deve mandar todos os fundos para carteiras controladas pelo governo das Bahamas.

O motivo da decisão, conforme aponta um comunicado à imprensa, é a segurança dos clientes. Ou seja, a Justiça bahamensa, essa transferência permite a tomada de medidas para proteger os clientes e seus fundos.

“A Comissão de Valores Mobiliários das Bahamas (‘a Comissão’), no exercício de seus poderes como regulador agindo sob a autoridade de uma ordem feita pela Suprema Corte das Bahamas, tomou a ação de direcionar a transferência de todos os ativos digitais de FTX Digital Markets Ltd. (‘FDM’) para uma carteira digital controlada pela Comissão, para custódia”, disse o comunicado.

No entanto, a SCB afirmou que fez o pedido para a FTX no sábado passado (12), mas só divulgou a informação na quinta-feira. Ainda não está claro por que a Comissão fez o anúncio somente cinco dias após determinar a transferência.

Além disso, o comunicado não explica se a FTX transferiu os ativos e, caso positivo, quando essa transferência ocorreu. Christina Rolle, diretora executiva da SCB, não respondeu a esses questionamentos.

Nova etapa do caso FTX

A FTX entrou com pedido de falência na sexta-feira (11), em um processo que abarcou mais de 130 empresas. Só que muitas delas não faziam parte do portfólio de companhias da FTX, o que fez o processo tornar-se mais caótico.

Para completar, a FTX afirmou ter sofrido um ataque hacker na noite de 11 de novembro que causou a perda de US$ 600 milhões em criptomoedas. Não se sabe quem realizou este ataque ou se o hacker devolveu os fundos roubados.

O conselheiro geral da FTX nos EUA, Ryne Miller, disse que a exchange estava investigando o caso do ataque. Miller também disse que a empresa pretendia enviar seus fundos para carteiras offline, aumentando a segurança.

Disputa entre falências

A FTX Digital Markets entrou com pedido de falência através do Capítulo 15 da lei de falências dos Estados Unidos. Diferentemente do Capítulo 11, o Capítulo 15 lida com falências de entidades que possuem sede no exterior. Cabe lembrar que a FTX DM tem sede nas Bahamas.

Ainda mais estranho, a FTX DM entrou com pedido de falência no Distrito Sul de Nova York, enquanto o restante das empresas abriu o processo no estado de Delaware.

Os advogados da FTX disseram que os liquidatários provisórios nomeados pelo tribunal das Bahamas fizeram o pedido. Ao adotar o Capítulo que reconhece falências estrangeiras, o objetivo era evitar os registros do grupo nos EUA.

De fato, os advogados admitiram que a lei dos EUA poderia considerar a atitude como “suspeita”. Mas disseram que o caso da FTX pedia a abertura de uma exceção.

“O arquivamento do Processo do Capítulo 15 sem aviso prévio e em Nova York é uma tentativa flagrante de evitar a supervisão deste Tribunal. Além disso, visa manter a FTX DM isolado da administração do restante dos Devedores, que constituem a grande maioria do restante do grupo FTX. Em circunstâncias normais, isso seria inapropriado. Mas essas não são circunstâncias normais”, disseram os advogados.

Eles continuaram alegando que Sam Bankman-Fried, ex-CEO da FTX, estava trabalhando com o governo das Bahamas nesse esforço.

“O Sr. Bankman-Fried, o co-fundador e proprietário controlador de todos os devedores e da FTX DM, parece estar apoiando os esforços para expandir o escopo do processo FTX DM nas Bahamas, para minar estes Capítulo 11 e mover ativos dos devedores para contas nas Bahamas, sob o controle do governo das Bahamas”, disse o documento.

  • Leia também: Bitcoin e demais criptomoedas registram leve alta nesta sexta (18), com destaque para Chiliz (CHZ)
  • Source

    Subscribe to get our top stories

    Coin News
    App StoreApp Store