Coin News

Queda do Bitcoin causa desvalorização de 40% nas reservas de El Salvador

3 h ago3 min readBitcoin
Queda do Bitcoin causa desvalorização de 40% nas reservas de El Salvador

Após quase um ano, a aposta de El Salvador em comprar Bitcoin (BTC) para suas reservas começou a ficar no vermelho. De fato, a operação do país opera em um prejuízo de quase 40%, segundo dados compilados pela Bloomberg.

O levantamento abrange todas as compras que totalizaram os 2.301 BTC possui de reservas. Nesse sentido, a queda no valor total dos BTC chegou a US$ 37 milhões.

Nayib Bukele, presidente do país, gastou um total de US $ 103 milhões em Bitcoin, de acordo com os dados da Bloomberg. Agora, porém, os BTC comprados valem US$ 65,6 milhões, uma queda de exatos 37%.

Em 10 de maio, conforme noticiou o CriptoFácil, Bukele anunciou a compra de mais 500 BTC, a maior realizada pelo país até hoje. Na ocasião, o presidente afirmou que El Salvador estava “comprando na queda”.

Contudo, a compra, que custou US$ 15,3 milhões na época, agora vale cerca de US$ 14,1 milhões. Ou seja, mesmo a “compra no fundo” já rendeu quase 10% de prejuízo ao país

Da euforia à frustração

El Salvador tornou-se o primeiro país a fazer do BTC uma moeda de curso legal do Bitcoin em 7 de setembro do ano passado. A medida foi celebrada como um marco histórico em todo o mundo

Nesse mesmo mês, El Salvador comprou 150 BTC e, em seguida, outra compra de 420 BTC em outubro. No mês seguinte, a criptomoeda atingiu sua máxima histórica de quase US$ 70 mil. Até o momento, a decisão de Bukele era tida como visionária.

Além disso, o país não se limitou a comprar BTC e usá-lo como moeda. Bukele também disse que El Salvador lançaria títulos de dívida lastrados em BTC, os Bitcoin Bonds. O país também contaria com a Bitcoin City, uma cidade planejada e construída pensando na comunidade de bitcoiners.

O presidente disse que o país almejava captar US$ 1 bilhão com os Bitcoin Bonds. Metade deste valor seria utilizado para comprar BTC, enquanto a outra metade financiaria a construção da cidade.

Só que as quedas no preço da criptomoeda dificultaram os planos de Bukele. Os Bitcoin Bonds foram sistematicamente adiados e é provável que não sejam lançados em 2022. Mas os primeiros esboços da Bitcoin City foram divulgados pelo presidente esta semana.

Bukele recebe críticas

Desde que adotou o BTC como moeda de El Salvador, Bukele tem sido criticado pela falta de transparência na maneira como o país está gerenciando suas reservas. Não se sabe quem controla as chaves privadas das carteiras, bem como qual é o destino dos fundos do país.

O mandatário também enfrenta pressões externas, sobretudo de autoridades dos Estados Unidos e do Fundo Monetário Internacional (FMI). Ambos são contra a adoção do BTC e já pediram que o país revogue a Lei Bitcoin.

No entanto, Bukele não voltou atrás em seus planos e segue ativo mesmo com a desvalorização recente da criptomoeda. Desde a alta histórica de novembro, o BTC perdeu 58,89% de seu valor, atualmente cotado a US$ 30.650, de acordo com dados da CoinMarketCap.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store