Coin News

Primo Rico pode ter perdido R$ 300 mil com queda do Ethereum

4 d ago3 min readEthereum
Primo Rico pode ter perdido R$ 300 mil com queda do Ethereum

O youtuber de finanças Thiago Nigro, mais conhecido como Primo Rico, pode estar com um prejuízo de cerca de R$ 320 mil em seu portfólio cripto, caso tenha mantido uma compra de 58,9 ETHs feita em meados de fevereiro deste ano.

Na ocasião, o montante convertido foi de aproximadamente R$ 930 mil, ao custo de R$ 15 mil por cada ethereum. Logo, se ele manteve os ETHs, os ativos valem agora cerca de R$ 630 mil ao preço atual – R$ 10,7 mil, na cotação desta sexta-feira (13), ou seja, cerca de 60% a menos, o que perfaz um prejuízo na casa dos R$ 300 mil.

Conforme mostrado em vídeo na época, ele comprou a criptomoeda de forma fracionada, de cem em cem mil, porém na mesma hora, com dinheiro da venda de ações.

Pelo menos Nigro não comprou no topo de preço da Ethereum em novembro do ano passado, quando 1 ETH custava cerca de R$ 27 mil, considerando o preço do dólar na época, o que possivelmente o faria perder muito mais.

O Portal do Bitcoin enviou um email para a assessoria do Primo Rico para saber se Nigro manteve sua posição da época em ETH. Perguntamos também se ele poderia compartilhar o endereço de carteira do ativo. Até o fechamento deste texto, não obtivemos resposta.

Compra de Ethereum

Em meados de fevereiro deste ano, Thiago Nigro publicou um vídeo mostrando uma compra de 58,9 ethereum na cotação de R$ 15 mil por ETH. O vídeo faz parte de uma série em seu canal no Youtube chamada ‘Rumo ao Bilhão’.

Sobre o motivo da compra, sem detalhar, ele afirmou que tinha uma tese de que iria fazer algo que usaria criptos e que por isso decidiu “alocar um pouco mais em criptomoedas”.

Ele então juntou um pouco mais de R$ 800 mil fechando pelo menos uma posição e vendendo algumas ações tradicionais. “Desovar algumas posições”, comentou na época.

Com o que já tinha cerca de R$ 70 mil em caixa, Nigro então deu início à compra feita de forma fracionada, de R$ 100 mil cada, o que dava aproximadamente 6,5 ETHs a cada operação.

Primo Rico e as criptomoedas

Thiago Nigro chegou a admitir no passado que seu maior erro foi ter vendido seus bitcoins: “Poderia ter multiplicado o valor investido em quase 400x se eu não tivesse vendido eles”, disse em 2021.

Ainda sobre suas frustrações do passado no mercado cripto, Nigro deixou em um vídeo na época a seguinte frase: “Meu maior acerto em investimentos: comprar BTC em 2014. Meu maior erro em investimentos: vender BTC em 2014”.

No ano passado, o influencer da bolsa também enalteceu a tecnologia do Bitcoin e os conceitos de “democrático e inconfiscável” para a maioria das criptomoedas.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store