Coin News

Presidente do Fed diz que momento é desafiador e pede regulamentação de criptomoedas

6 d ago4 min readRegulation
Presidente do Fed diz que momento é desafiador e pede regulamentação de criptomoedas

Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), disse ao Congresso nesta quarta-feira (22) que a autoridade monetária do país deve “ir em frente” e continuar aumentando as taxas de juros para reduzir a inflação, mesmo que isso signifique que a economia enfrente mais desemprego e uma possível recessão.

Durante uma audiência perante o Comitê Bancário do Senado, Powell falou que um pouso suave “será muito desafiador” e que uma recessão é “certamente uma possibilidade”. O senador John Kennedy chamou Powell de “o homem mais poderoso” do mundo atualmente.

“Não estamos tentando provocar e não achamos que precisaremos provocar uma recessão, mas achamos absolutamente essencial restaurar a estabilidade de preços em benefício do mercado de trabalho”, disse ele.

A inflação de 8,6% de maio ainda é a maior em quatro décadas, uma nova alta que surpreendeu economistas, traders e até autoridades do Fed. Powell falou que o banco central vai continuar aumentando as taxas de juros até ver um sinal claro de que a inflação está esfriando.

“As condições financeiras já precificaram aumentos adicionais das taxas, mas precisamos ir em frente e tê-los.”

A taxa de juros do país está atualmente na faixa entre 1,5%-1,75%, mas as projeções revisadas por funcionários do Fed na semana passada mostram que a taxa deve subir para 3,25%-3,5% até o final do ano.

Criptomoedas

Três senadores, incluindo Cynthia Lummis, Kyrsten e Sherrod Brown, desafiaram Powell com perguntas sobre criptomoedas, especificamente a respeito de regulamentação, tratamento contábil de ativos e a atual queda do mercado.

“Estamos acompanhando esses eventos com muito cuidado”, disse Powell, mas o banco central “não está realmente vendo implicações macroeconômicas significativas até agora”.

Ele também destacou repetidamente que há uma necessidade de uma melhor estrutura regulatória para o setor.

“A mesma atividade deve ter a mesma regulamentação, não importa onde apareça, e esse não é o caso agora porque muitos dos produtos financeiros digitais, de certa forma, são bastante semelhantes aos produtos que existiam no sistema bancário ou nos mercados de capitais, mas eles não são regulados da mesma forma”, disse ele. “Então, precisamos fazer isso.”

Diretiva da SEC

Aos políticos, Powel falou que uma medida recente e muito debatida da Securities and Exchange Commission (SEC, a Comissão de Valores Mobiliários do país) mostrou de forma prática como o banco central dos EUA e os reguladores bancários veem os ativos digitais detidos pelos credores.

Em uma diretiva às empresas com capital aberto – o inócuo Staff Accounting Bulletin n.º 121, de março deste ano –, a SEC aconselhou as companhas detentoras de ativos digitais de clientes a considerar esses ativos como estando em seus próprios balanços.

Esse movimento estimulou a Coinbase a declarar em um arquivo público que os ativos dos usuários podem ser juntados com os da empresa em uma hipotética falência. Essa admissão causou algum medo entre os clientes, embora a empresa tenha argumentado que isso não foi um sinal sobre sua saúde.

“Os ativos de custódia estão fora do balanço, sempre estiveram”, disse Powell ao Comitê Bancário do Senado. “A SEC tomou uma decisão diferente no que se refere aos ativos digitais por razões explicadas, e agora temos que considerá-las.”

Em relação aos bancos que o Fed supervisiona nos EUA, Powell disse que a interpretação da SEC é “certamente algo em que estamos focando muito de perto agora”, acrescentando que sua agência está trabalhando com outros reguladores bancários para descobrir como isso pode mudar a maneira como avaliam os credores que mantêm criptomoedas.

Desde a declaração da Coinbase submetida à autoridade monetária, o governo Biden começou a defender nos bastidores a formulação de uma legislação futura que exija paredes legais para proteger os ativos digitais dos clientes. E outro incidente – o drama na Celsius Network, a plataforma de empréstimo de criptomoedas que interrompeu as retiradas de clientes na semana passada – reacendeu o debate sobre a proteção os recursos dos usuários.

Parlamentares republicanos nos EUA argumentaram que o regulador de valores mobiliários se excedeu com sua diretiva, o que, segundo eles, equivale a uma nova regulamentação de porta de fundo.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store