Coin News

É possível lucrar com FTT e SOL após a compra da FTX pela Binance?

8 Nov, 20224 min readOther
É possível lucrar com FTT e SOL após a compra da FTX pela Binance?

Os criptoativos Solana (SOL) e FTX Token (FTT) foram diretamente afetados por toda polêmica envolvendo FTX e Alameda Research. Investidores ficaram esperançosos, contudo, quando o anúncio de aquisição da FTX pela Binance foi publicado na tarde desta terça-feira (8). Em uma hora, a SOL valorizou 11,2%, enquanto o FTT saltou 26,5%.

A alta não durou. No momento da escrita desta matéria, a criptomoeda nativa da Solana registra queda de 24,8% nas últimas 24 horas, enquanto o token da FTX cai 57,5% no mesmo período. Essas quedas levantam uma hipótese: é possível surfar nesse mar repleto de tubarões?

A situação da SOL

O pesquisador da área de finanças descentralizadas (DeFi, na sigla em inglês) que se identifica como Ignas conversou com o Cointelegraph sobre os motivos mais prováveis envolvendo a queda da SOL.

Uma vez que a Alameda Research possui US$ 1,3 bilhão em SOL, é possível que a empresa tenha despejado a criptomoeda no mercado e causado a queda, avalia Ignas. “Ou investidores acharam que haveria um despejo de SOL no mercado e correram para vender”, completa. A criptomoeda nativa da Solana está cotada a US$ 24,87.

Yashu Gola, em uma análise publicada no Cointelegraph na segunda-feira (7), ressaltou a importância da área de preço entre US$ 30 e US$ 27,50 como suporte para a SOL. Caso seja perdida, a criptomoeda pode sofrer uma queda até US$ 19,50, suporte mantido entre março e julho de 2021. Considerando a cotação atual da SOL, uma queda até US$ 19,50 talvez seja mais provável, seguindo a análise de Gola.

A compra de SOL no cenário atual, porém, é arriscada. Apesar dos desenvolvimentos recentes, como o aumento no volume de NFTs negociados e até mesmo uma parceria com o Google Cloud, o futuro da criptomoeda é incerto. A Alameda ainda possui seu saldo em SOL, e não se sabe se ele será vendido para pagar parte dos US$ 7,4 bilhões em empréstimos contraídos pela empresa.

Há que se falar ainda nas baleias de SOL. O usuário do Twitter que se identifica como The Data Nerd compartilhou com o Cointelegraph Brasil que uma baleia moveu US$ 84 milhões da criptomoeda nativa da Solana para a FTX, e é provável que esteja se preparando para vender todo o montante.

Estes dados apontam para uma queda ainda maior do criptoativo, podendo gerar prejuízos àqueles que desejam garantir ganhos no curto prazo com a volatilidade.

FTT é ‘degen play’

Dentre os investidores de criptomoedas mais ligados ao mercado DeFi, investimentos mais arriscados são conhecidos como ‘degen play’. Trata-se de um termo em inglês que, em tradução livre, equivale a “jogada degenerada”. Uma degen play surge quando um investidor busca ganhos em um criptoativo muito volátil, onde tanto o ganho quanto o prejuízo pode ser alto.

O FTX Token, em seu estado atual, pode ser considerado uma degen play. Até mesmo Changpeng Zhao, CEO da Binance, disse que o token deve passar por muita volatilidade nos próximos dias. Grandes baleias, inclusive, já estão se desfazendo de suas ‘sacolas’ de FTT.

Segundo dados fornecidos por The Data Nerd, três baleias moveram US$ 11,6 milhões para exchanges na intenção de liquidar. Nos três casos foram registrados prejuízos. “A primeira baleia comprou FTT a um preço médio entre US$ 40 e US$ 45. A segunda baleia comprou FTT a um preço médio de US$ 30. A terceira baleia, por fim, comprou FTT a um preço médio de US$ 50.”

Por ‘sorte’, todas as movimentações foram feitas em 7 de novembro, quando o token FTT estava cotado acima de US$ 22. Ainda que o prejuízo tenha sido duro, as baleias poderiam ter registrado perdas ainda maiores.

Embora avalie que é difícil realizar uma análise do token no contexto atual, João Kamradt, Head of Research and Investments da Viden Ventures, não descarta uma queda ainda mais abrupta para o FTT. “O processo diligencial feito pela Binance atualmente parece estar segurando o preço do token, mesmo com as quedas”, afirma. “Isso, por si só, já mostra que o token FTT tinha muito a cair ainda.”, completa.

Em suma, se a SOL se mostra uma aposta arriscada, o FTT é um investimento ainda mais propenso a gerar prejuízos. Na opinião dos especialistas ouvidos pelo Cointelegraph Brasil, é melhor apenas observar as movimentações desses criptoativos.

Leia mais:

  • Copa do Mundo movimenta mercado de NFTs esportivos – Richarlison e Neymar são pontas de lança da tendência no Brasil;
  • Alameda no radar da comunidade BitDAO por suposta liquidação de tokens BIT;
  • Chainlink cai da máxima de três meses, com preço do LINK mirando outra correção de 50%.
  • Source

    Subscribe to get our top stories

    Coin News
    App StoreApp Store