Coin News

Plataforma cripto Celsius tem passivo maior que o esperado e está perto de ficar sem caixa

16 Aug, 20225 min readOther
Plataforma cripto Celsius tem passivo maior que o esperado e está perto de ficar sem caixa

Os problemas financeiros da plataforma de empréstimos de criptomoedas Celsius Network, que entrou com pedido de falência em julho, parecem piores do que o sinalizado anteriormente.

Um novo processo judicial que veio a público na segunda-feira (16) por intermédio de um escritório de advocacia contratado pela empresa para liderar seus esforços de reestruturação, inclui projeções financeiras de que a Celsius ficará sem caixa até outubro.

O documento, apresentado ao Tribunal de Falências dos Estados Unidos para o Distrito Sul de Nova York antes de uma próxima audiência, também afirmou que a plataforma detém US$ 2,8 bilhões a menos em criptomoedas do que deve aos depositantes.

“Meu pensamento inicial foi: ‘Nossa, isso é um grande buraco.’ É muito difícil”, disse ao CoinDesk Thomas Braziel, fundador da 507 Capital, uma empresa de investimentos que fornece financiamento em situações de falências e reorganizações.

A Celsius foi prejudicada na crise das criptomoedas deste ano, que levou a suspensões de saques e insolvências de várias plataformas de empréstimos, exchanges e empresas de investimento. Em julho, citando “condições extremas de mercado”, a Celsius interrompeu todos os saques de usuários.

No mês passado, a empresa entrou com pedido de falência nos EUA e reconheceu que tinha um buraco no balanço, com passivos excedendo ativos em US$ 1,2 bilhão, depois de pagar sua dívida com protocolos financeiros descentralizados. Esse cálculo incluiu o valor estimado dos equipamentos de mineração da empresa e “outros ativos” não especificados.

Dinheiro acabando

A divulgação mais recente mostrou que a Celsius tem caixa suficiente para menos de três meses e prevê que a empresa ficará sem nada até o final de outubro. No início de agosto, na previsão de fluxo de caixa mensal, a empresa divulgou um saldo de caixa inicial de quase US$ 130 milhões.

Dado que as despesas operacionais da empresa e outros custos, incluindo gastos com esforços de reestruturação, devem somar US$ 137 milhões nos próximos três meses, o saldo se tornaria negativo em outubro. Até então, a empresa projeta que teria liquidez negativa de US$ 33,9 milhões.

“Eles [Celsius] poderiam obter financiamento de devedores ou vender ativos”, disse ao CoinDesk Brandon M. Hammer, advogado do escritório de advocadia Cleary Gottlieb Steen & Hamilton. “No entanto, para tomar essas medidas, eles precisariam de aprovação judicial, o que exige aviso prévio e a possibilidade que clientes e o comitê de credores se oponham”. Nem Hammer nem o escritório de advocacia estão envolvidos no caso de falência.

  • Assista: O que é a duplicação do Ethereum e como ganhar com isso?
  • Posição em Bitcoin

    O documento também mostrou que o passivo da Celsius em criptomoedas para clientes ultrapassa US$ 6,6 bilhões, enquanto a empresa detém apenas US$ 3,3 bilhões em moedas digitais, uma diferença maior do que a de US$ 2,8 bilhões apurada em 29 de julho.

    “O déficit de criptomoedas parece um pouco maior do que as perdas descritas nas divulgações iniciais”, disse Hammer. “Parece também que a empresa provavelmente teve que vender ativos a preços baixos para atender aos saques dos clientes antes da ‘pausa’. Essas vendas são comuns em situações de corrida bancária e podem, dependendo de eventos individuais, estar sujeitas ao risco de devolução”.

    O mais alarmante é o buraco na posição em Bitcoin (BTC). A Celsius divulgou que deve US$ 2,5 bilhões em Bitcoin (104.962 BTC), enquanto a empresa detém apenas US$ 348 milhões na moeda digital (14.578 BTC) e US$ 557 milhões em um tipo de derivativo de Bitcoin (23.348 WBTC).

    “O buraco do Bitcoin é enorme, muito maior do que eu suspeitaria”, disse Braziel.

    A plataforma também detém US$ 1 bilhão a menos em Ethereum (ETH) do que deve aos usuários, embora os 410.000 Staked Ethereum (stETH), um token derivado de ETH, ainda estejam em poder da empresa. Já o o rombo na posição da stablecoin USD Coin (USDC) acumula US$ 700 milhões.

    O problema do token CEL

    De acordo com o processo, a Celsius tem 658 milhões de tokens CEL, nativos de sua plataforma, em seu tesouro. A Celsius deve 279 milhões dos tokens aos clientes, deixando a empresa com um excedente de 379 milhões.

    Nos preços atuais de mercado, a posição líquida da CEL valeria quase US$ 1 bilhão, mais que o dobro do que está no documento, já que o token está no meio de uma tentativa de short squeeze – quando há muitas posições vendidas e o ativo sofre uma alta repentina –, impulsionado por usuários no Twitter.

    Ainda assim, o aumento de preço não ajuda a empresa a resolver seu problema de balanço. A maior parte da oferta do token está bloqueada na plataforma e a liquidez nas exchanges é pequena. Se a empresa tentasse vender tokens CEL para cobrir uma parte do buraco em seu balanço, os preços provavelmente cairiam.

    “Manter tokens CEL pode equivaler a provavelmente zero”, disse Braziel, acrescentando que os passivos ainda estão lá porque os proprietários de tokens CEL provavelmente tentarão vir atrás da Celsius para conseguir o preço de US$ 1 por token.

    Source

    Subscribe to get our top stories

    Coin News
    App StoreApp Store