Coin News

Plataforma cripto Celsius processa ex-colaborador por fraude: “Ladrão e incompetente”

23 Aug, 20223 min readOther
Plataforma cripto Celsius processa ex-colaborador por fraude: “Ladrão e incompetente”

A plataforma de empréstimo cripto Celsius Network resolveu partir para a briga judicial contra ex-colaboradores e antigos parceiros comerciais.

A empresa falida entrou nesta terça-feira (23) com uma ação contra o agregador KeyFi e o CEO da ferramenta, Jason Stone. Além disso, também processou o custodiante de criptomoedas Prime Trust, seu ex-parceiro de negócios, na tentativa de recuperar US$ 17 milhões em tokens.

Na ação que moveu contra KeyFi e Stone, a empresa acusa os réus de roubar propriedades valiosas e pede restituição. A Celsius adquiriu parte da KeyFi em meados de 2020.

“Essa ação decorre da incompetência, fraude e conversão dos réus”, disse o pedido de falência de Celsius.

A plataforma cripto falida rotula Stone e sua empresa KeyFi, que é um protocolo de finanças descentralizadas (DeFi), como “incompetentes” e “ladrões”.

Além disso, de acordo com a Celsius, ele e sua firma usaram o “mixer” Tornado Cash, proibido recentemente nos Estados Unidos, para cobrir quaisquer rastros deixados pelo roubo de ativos.

“A responsabilidade dos réus em relação a Celsius é impressionante”, disse a empresa, relatando que os fundos perdidos por negligência estão na casa de dezenas de milhões de dólares.

No início de julho, a KeyFi e a Stone entraram com uma ação contra a Celsius, acusando a empresa de manipulação do mercado de criptomoedas e falha no controle contábil necessário para proteger os depósitos dos consumidores.

Prime Trust e os US$ 17 milhões

Nesta terça, a Celsius também processou a plataforma Prime Trust. Nos autos, a empresa alega que seu antigo parceiro comercial está com US$ 17 milhões em criptomoedas da empresa.

Ajuizado no tribunal federal de falências dos EUA, o processo de 54 páginas decorre de uma disputa sobre ativos vinculados aos clientes de produtos de rendimento da Celsius em Washington e Nova York.

A Prime Trust detinha esses ativos e devolveu US$ 119 milhões da quantia para a plataforma de empréstimo quando os dois dissolveram seu acordo em junho de 2021, segundo a acusação.

Mas a Celsius, que recentemente pediu proteção contra falência e deve bilhões de dólares a seus credores, disse que a Prime Trust “se recusou a cumprir suas obrigações de transferir” 398 BTC, 196.268 tokens CEL, 3.740 ETH e 2,2 milhões de USDC, avaliados em US$ 17 milhões.

“Após o início desses processos de falência, a Prime Trust foi obrigada sob o Código de Falências (dos EUA) a entregar todos os bens pertencentes à Celsius que estão sua sua posse, incluindo esses criptoativos restantes, e deve ser ordenada a entregá-los agora de acordo com a seção 542 do Código de Falências”, argumentou Celsius.

A Prime Trust cancelou seu relacionamento com a Celsius em junho de 2021 por “bandeiras vermelhas”, informou o CoinDesk na época. A firma foi procurada pela reportagem, mas não retornou até a publicação deste texto.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store