Coin News

Plano de ‘ressuscitação’ do ecossistema Terra (LUNA) quer redistribuir propriedade da rede

7 h ago3 min readOther
Plano de ‘ressuscitação’ do ecossistema Terra (LUNA) quer redistribuir propriedade da rede

A derrocada do ecossistema Terra (LUNA) impactou todo o mercado e agora o projeto tenta colher os cacos e se reconstruir.

Nesta sexta-feira (13), dias após LUNA despencar para praticamente zero e a stablecoin UST perder de vez sua paridade com o dólar americano, o cofundador e CEO da Terraform Labs, Do Kwon, apresentou seu “Plano de Reavivamento do Ecossistema Terra”.

A proposta prevê uma redistribuição de tokens para detentores de LUNA e UST, colocando-os no centro do ecossistema.

“A comunidade Terra deve reconstituir a cadeia para preservar a comunidade e o ecossistema de desenvolvedores”, escreveu Kwon.

Nesta semana, o mercado viu todo o ecossistema Terra colapsar. Primeiramente, a stablecoin UST deixou de ser negociada a US$ 1 e perdeu seu lastro com o dólar. Hoje, a stablecoin está custando US$ 0,16

Logo após o episódio, o preço de LUNA despencou diante dos olhos dos investidores, saindo de US$ 80 apenas uma semana atrás para os US$ 0,0001053 atuais.

Plano para Terra não envolve UST

De acordo com o plano de Kwon, a reestruturação do projeto corresponderia a uma espécie de fork – um verdadeiro reinício da blockchain Terra:

“Ainda existem vários bilhões de dólares em UST. E o valor do token Luna caiu para praticamente zero. Mesmo que o peg [paridade] eventualmente se restabeleça após a capitulação dos últimos compradores e vendedores marginais, os detentores da Luna foram tão severamente liquidados e diluídos que nos faltará cinzas para reconstruir o ecossistema”, lamentou Kwon.

Segundo o CEO da Terraform Labs, embora uma economia descentralizada precise de dinheiro descentralizado, a stablecoin UST perdeu a confiança com seus usuários.

Então, mesmo que a moeda digital estável tenha sido o ponto focal até agora, “o ecossistema da Terra e sua comunidade é o que vale a pena preservar”, disse.

Redistribuição de tokens

Nesse cenário, ele propôs que 1 bilhão de tokens sejam distribuídos entre várias partes da comunidade. Ele explicou que isso seria necessário devido à inflação descontrolada dos tokens Luna e de sua relação com UST.

Detalhadamente, o plano de Kwon exige que 40% dos tokens sejam enviados para os detentores de Luna antes da desvinculação do UST.

Além disso, outros 40% dos tokens seriam dados aos detentores de UST “pro-rata no momento da nova atualização da rede”.

Enquanto isso, 10% iriam para os detentores de Luna antes da suspensão da cadeia. Por fim, os últimos 10% seriam dados ao “Community Pool para financiar o desenvolvimento futuro”.

Foco na comunidade Terra

Conforme destacou o executivo, esse plano faz sentido porque os detentores de UST precisam possuir uma grande parte da rede. Afinal, eles merecem ser compensados ​​pelos tokens que estão mantendo até o fim.

“Terra precisa de uma comunidade para continuar a crescer e tornar seu espaço valioso novamente. A única maneira de fazer isso é garantir que os detentores de token antes do início do ataque, os membros e construtores mais leais da comunidade, permaneçam por perto para continuar fornecendo valor.”

Kown reconheceu que este é um equilíbrio difícil e que não há respostas fáceis na redistribuição de valor. No entanto, para ele, o valor deve ser distribuído para permitir que o ecossistema sobreviva. Isso porque no estado atual isso não vai acontecer.

“Espero que a comunidade possa chegar a um consenso rápido sobre como reviver o ecossistema Terra. estarei sempre aqui”, concluiu.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store