Coin News

PF prende trader de criptomoedas que portava notas falsas para exibir em vídeos pela...

24 Aug, 20223 min readOther
PF prende trader de criptomoedas que portava notas falsas para exibir em vídeos pela...

A PF prendeu um trader de criptomoedas acusado de portar notas falsas de Real brasileiro para utilizar em vídeos pela internet. Na ação, o suspeito de 37 anos foi levado pelos agentes para apurar melhor o caso.

Notas de dinheiro falso tem causado problemas para quem negocia criptomoedas no Brasil, principalmente pessoalmente.

Nos últimos dias, por exemplo, uma ação policial no Rio de Janeiro prendeu um grupo que portava notas falsas e pretendia comprar criptomoedas com um vendedor, que desconfiado acionou a polícia. Esse grupo portava R$ 1 milhão em espécie de simples papéis coloridos, levados pelos policiais.

Colocar em circulação ou portar nota falsa é um crime no Brasil, de acordo com o artigo n.º 289 do Código Penal, que prevê prisão de 3 a 12 anos, mais multa para quem for pego.

PF prende trader de criptomoedas que portava notas falsas para exibir em vídeos pela internet

Muitos traders de criptomoedas falsos costumam aparecer em redes sociais exibindo vidas de luxo, ostentando visitas em locais caros e com veículos alugados de famosas marcas.

É comum que alguns mostrem muito dinheiro com seus supostos lucros com operações em criptomoedas. Contudo, para lucrar eles vendem sinais, cursos e podem até oferecer esquemas de pirâmides para seus seguidores, que acreditam estarem conhecendo um “profeta das criptomoedas”.

Mas em Sobral, interior do Ceará, um trader de criptomoedas foi preso pela PF na última terça-feira (23), quando portava notas falsas de Real brasileiro.

De acordo com a Polícia Federal, ele portava R$ 1 mil no momento da prisão, no bairro Alto do Cristo. Para chegar até ele, a PF contou com ajuda dos Correios nas investigações, indicando que há um rastro de dinheiro falso circulando pelo país.

“O flagrante aconteceu no momento em que o suspeito recebia encomenda contendo 5 cédulas de R$ 100 e 10 cédulas de R$ 50 falsas. O preso confessou o crime aos policiais, detalhando que fez a negociação ilícita através de contato em um grupo existente em aplicativo de rede social e alegou que utilizaria as cédulas falsas para exibição em vídeos na Internet. Foi apreendido também o aparelho celular do preso.”

Investigação continua

De acordo com a nota da PF de Fortaleza, capital do Ceará, a investigação continua após novos dados serem obtidos do esquema de notas falsas.

Como o celular do suspeito foi apreendido, a PF poderá identificar novos membros da organização criminosa que tem vendido, via Correios, notas falsas.

A PF não revelou o nome e nem mais informações sobre o trader de criptomoedas preso na operação.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store