Coin News

Pela primeira vez, Receita Federal registra mais de 1 milhão de brasileiros que negociaram criptomoedas

10 Sep, 20223 min readOther
Pela primeira vez, Receita Federal registra mais de 1 milhão de brasileiros que negociaram criptomoedas

O Brasil superou a marca de um milhão de usuários de criptomoedas registrados em julho pela primeira vez na história, conforme dados da Receita Federal. De acordo com a tabela, mais de 1,3 milhão de pessoas declararam negociações com criptomoedas em julho.

Este valor representa um aumento de 68% em relação ao mês de junho, que teve 794.755 registros. O aumento foi de quase 1.000% em comparação com o início desta série histórica. A Receita Federal iniciou a compilação dos dados em agosto de 2019, após a emissão da Instrução Normativa 1.888.

Um dos pontos de um projeto de lei de criptomoedas que tramita no Congresso brasileiro é a exigência de que as exchanegs estrangeiras tenham um Número de Identificação do Empregador (EIN) para solicitar uma licença local, o que as obrigaria a relatar transações.

Crescimento em todos os segmentos

O número de empresas que negociaram criptomoedas também se manteve elevado, embora não esteja na sua máxima histórica. Em julho, 11.342 CNPJs únicos negociaram criptomoedas no Brasil, uma ligeira queda em relação aos 11.784 registrados em junho.

Mesmo assim, é o quinto mês consecutivo que o número de CNPJs que negociam criptomoedas supera a barreira de 10 mil. O recorde nesse sentido pertence ao mês de março, com 11.794 CNPJs comprando e vendendo neste mercado.

Além disso, o mês de julho registrou um aumento na participação das mulheres como investidoras deste mercado. Cerca de 18,5% dos investidores de julho são mulheres, o maior percentual desde o início da série histórica. Elas também movimentaram mais dinheiro, respondendo por 14,68% do volume total.

Por falar em volumes, em julho, os brasileiros transacionaram R$ 13,7 bilhões em criptomoedas, 11% a menos que em junho e 28% a menos que em maio.

Por fim, o Brasil registrou 2,9 milhões de negociações de Bitcoin (BTC) em julho, novamente um recorde da série histórica. Em contrapartida, o valor total das operações em julho caiu 26% em quando comparado a junho e chegou a R$ 1,7 bilhão, contra R$ 2,3 bilhões no mês anterior.

Mercado de criptomoedas atinge 2% dos brasileiros

De acordo com levantamento divulgado pela Associação Brasileira das Entidades do Mercado Financeiro e de Capitais (Anbima), o número total de investidores de criptomoedas no país ultrapassou 4,2 milhões de pessoas em junho, representando 2% da população.

O crescimento de julho coincide com a entrada em criptomoedas do Nubank, o maior banco digital do país em número de clientes, que em julho atingiu 1 milhão de usuários de criptomoedas após iniciar sua plataforma de criptomoedas em maio.

Outras corretoras como a XP e o BTG Pactual também inauguraram seus serviços, contribuindo para os altos números.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store