Coin News

Paridade do Tether com dólar balança e turbina crise no mercado de criptomoedas

7 d ago3 min readAltcoins
Paridade do Tether com dólar balança e turbina crise no mercado de criptomoedas

A maior stablecoin do mundo, Tether (USDT), chegou a cair 5% nesta quinta-feira (12), perdendo a paridade com o dólar e chegando a US$ 0,95 – despertando receio no mercado de que a crise iniciada com a UST e a LUNA, do projeto Terra, possa atingir outras stablecoins.

O token recuperou posteriormente parte de seu preço, mas ainda está sendo negociado a US$ 0,99, segundo dados do site CoinMarketCap. USDT possui uma capitalização de mercado de US$ 82 bilhões. Paolo Ardoino, diretor de tecnologia da Tether e da Bitfinex, compartilhou com o Decrypt via e-mail que a volatilidade é “pura dinâmica de mercado”.

“Na Bitfinex, o lastro da tether é [maior do que] US$ 1 enquanto, na Kraken, é um pouco abaixo de US$ 1. Isso fez com que árbitros comprassem USDT mais barata na Kraken e a vendessem na Bitfinex para gerar lucro”, explicou.

“Outros formadores de mercado compraram USDT [por menos de] US$ 1 na Kraken e imediatamente a resgataram por US$ 1, ainda aproveitando o lucro. Mas tudo isso é pura dinâmica de mercado e não tem nada a ver com o valor da tether, que continua mantendo seu lastro.”

Tumulto

A volátil ação de preço da tether acontece durante uma semana tumultuada para a indústria após a implosão da stablecoin UST do Terra e uma drástica queda do líder de mercado, o bitcoin (BTC).

UST, que já havia sido a terceira maior stablecoin da indústria, perdeu seu lastro no último fim de semana.

Porém, desde então, seu colapso está sendo descomunal. Na quarta-feira (11), chegou a US$ 0,2998 — uma queda de 71% de seu lastro em dólar.

Neste momento, a moeda está sendo negociada a US$ 0,55, de acordo com o CoinMarketCap.

USDT e UST são dois tipos diferentes de stablecoin. UST é uma stablecoin algorítmica, controlada por contratos autônomos, enquanto USDT é lastreada nas reservas da Tether.

Como Tether (USDT) funciona?

1 USDT é emitida por US$ 1 em um ativo equivalente depositado na Tether e vice-versa. Segundo o relatório de transparência da Tether, esses ativos incluem dinheiro em espécie, debêntures, papéis comerciais e outros ativos.

As reservas da Tether que servem de lastro para a USDT incluem 83,74% em dinheiro em espécie e equivalentes de dinheiro, 4,61% em debêntures e metais preciosos, 5,27% em empréstimos com garantia e 6,38% em outros investimentos, incluindo em tokens digitais.

Desse número de 83,74% em dinheiro em espécie e equivalentes de dinheiro, a empresa informa que apenas 6,36% da reserva está em dinheiro em espécie e depósitos bancários.

Por enquanto, resgates desses dólares digitais estão altos.

Nas últimas 24 horas, mais de US$ 300 milhões em USDT foi resgatado — um processo de conversão de USDT em dólar, segundo Ardoino.

Durante os resgates, um dólar das reservas é enviado ao usuário e 1 USDT é removido do fornecimento do token.

“Honrar USDT resgates a US$ 1”, tuitou Ardoino. “[Mais de] US$ 300 milhões foram resgatados nas últimas 24 horas sem qualquer problema”.

Outras stablecoins, incluindo USDC da Circle e BUSD da Binance, que também são lastreadas no dólar, estão sendo negociadas com um prêmio em comparação à USDT.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store