Coin News

Novo relatório da Fidelity destaca 'contraste gritante' entre Bitcoin e moedas fiduciárias

6 d ago3 min readBitcoin
Novo relatório da Fidelity destaca 'contraste gritante' entre Bitcoin e moedas fiduciárias

O futuro do Bitcoin (BTC) pode “estar em forte contraste com o resto do mundo”, prevê a gestora de ativos Fidelity Investments.

Em uma pesquisa recente intitulada “The Rising Dollar and Bitcoin” (O dólar em ascensão e o Bitcoin, em tradução livre), publicada em 10 de outubro, a subsidiária de criptomoedas da empresa – Fidelity Digital Assets – traçou um paralelo entre o Bitcoin e outras moedas.

Bitcoin “não corresponde à responsabilidade alheia”

Embora não possa ser considerada novidade a posição da gestora sobre o Bitcoin, a Fidelity continua a reiterar publicamente sua fé na criptomoeda, apesar do mercado de baixa que agora já se estende por quase um ano.

No relatório, os analistas atestam que o Bitcoin como ativo diverge do que atualmente é considerado a norma monetária. Em um novo ambiente de alta inflação, a emissão e o suprimento fixos de Bitcoin são de particular importância.

“Portanto, o Bitcoin pode em breve manifestar forte contraste com o caminho que o resto do mundo e as moedas fiduciárias podem tomar – ou seja, o caminho do aumento da oferta, criação de moeda adicional e expansão do balanço patrimonial dos bancos centrais”, explicam.

Embora o título da pesquisa faça referência à força do dólar em relação a outras moedas de reserva, foi a crise da libra esterlina que a Fidelity destacou como o tipo de evento impossível no padrão Bitcoin.

Resumindo, a gestora prevê que “mais desvalorização monetária pode ser necessária para aliviar a alta carga de dívida das economias desenvolvidas, enquanto os eventos recentes no Reino Unido evidenciaram os riscos de contraparte e de passivos do sistema, tornando a intervenção monetária e as injeçõees de liquidez recursos que provavelmente não serão abandonados tão cedo.”

“Comparativamente, o Bitcoin continua sendo um dos poucos ativos que não corresponde à responsabilidade alheia, não tem risco de contraparte e tem um cronograma de emissão monetária que não pode ser alterado”, concluiu:

“Se essas propriedades começarão a parecer mais atraentes, cabe aos investidores e ao mercado decidir.”

Volatilidade continua sendo característica ao setor de criptomoedas

A visão otimista da Fidelity sobre o estado atual da rede Bitcoin diverge do nervosismo de seus pares do setor de criptomoedas.

O resumo da pesquisa da empresa para o mês de outubro apontou para o suprimento ilíquido do BTC atingindo um recorde de dez anos, bem como o incremento dos fundamentos da rede.

Como o Cointelegraph relatou, enquanto isso, em seu último boletim semanal, “The Week On-Chain”, a empresa de análise de dados on-chain Glassnode concluiu que a volatilidade seria provavelmente um elemento presente dos mercados daqui por diante.

“O mercado do Bitcoin está se preparando para a volatilidade, à medida que a volatilidade realizada e implícita das opções caem para mínimas históricas. O comportamento de gastos on-chain está se compactando em um ponto de decisão fulcral, onde os preços do mercado à vista cruzam com a base de custo dos detentores de curto prazo”, concluiu, resumindo a análise dos dados cobertos.

Mais amplamente, os comerciantes estão se preparando para uma saída violenta da estreita faixa de negociação dentro da qual o Bitcoin está preso há semanas.

As opiniões e pontos de vista expressos aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph.com. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store