Coin News

Novo CEO da FTX tem salário de 7 mil reais por hora

21 Nov, 20223 min readOther
Novo CEO da FTX tem salário de 7 mil reais por hora

O novo CEO da FTX Trading Global, John J. Ray III, advogado especialista em falência de empresas, terá um salário de 7 mil reais por hora. Ele assumiu o cargo no dia 14 de novembro após Samuel Bankman-Fried abandonar a posição.

Em documentos obtidos pelo Livecoins, fica claro que o processo de falência da empresa avançou nos últimos dias.

No dia 11 de novembro, vale lembrar, o ex-CEO, SBF, protocolou perante autoridades dos Estados Unidos o pedido de falência da até então 3.ª maior corretora de criptomoedas do mundo.

Novo CEO da FTX tem salário de 7 mil reais por hora

O processo envolvendo a insolvência da FTX tem novidades na justiça norte-americana. De acordo com documentos divulgados no último sábado (19), os devedores se comprometeram a pagar despesas processuais.

E uma das despesas a ser paga será justamente o salário do advogado e atual CEO da FTX, John Ray. Segundo informações, o profissional ganhará um salário de US$ 1.300,00 por hora para trabalhar no caso da corretora falida.

Em Real brasileiro, com o Dólar cotado a R$ 5,32, o salário do advogado é de 7 mil reais por hora. Caso trabalhe 8 horas por dia, e 22 dias úteis por mês, Ray poderá ganhar mais de 1 milhão de reais a cada 30 dias.

"De acordo com a Carta de Compromisso do CEO, os Devedores pagarão uma taxa horária atual de $1.300, mais despesas razoáveis do próprio bolso, que serão cobradas não menos que mensalmente. Owl Hill continua responsável pelo pagamento de todas as remunerações e benefícios ao Sr. Ray, e o Sr. Ray não é elegível para participar de nenhum plano de benefícios de funcionários dos Devedores."

Tudo isso com a dura missão de recuperar a FTX e dar uma chance para que os clientes da empresa recuperem os valores perdidos na corretora.

Quando assumiu a gestão da plataforma, o advogado divulgou que SBF usou dinheiro dos clientes para comprar casas para funcionários da FTX.

Desastre da FTX e perda de credibilidade

O rombo da FTX é estimado em US$ 13 bilhões, perdidos pelo antigo executivo, Samuel Bankman-Fried, conhecido como "Sam", ou SBF.

Os clientes seguem revoltados com o ex-CEO, que patrocinou muitos campeonatos esportivos e levou a marca FTX a uma rápida ascensão. Além disso, patrocinou campanhas políticas nos Estados Unidos, inclusive do presidente Joe Biden.

Ainda não está claro o quanto Sam utilizou de recursos de clientes para seus aportes, mas o colapso causado por suas ações afetou a credibilidade de todo um mercado.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store