Coin News

Notícias Cripto: Novidades do mercado no Brasil vão além da Binance e FTX, confira

9 Nov, 20226 min readOther
Notícias Cripto: Novidades do mercado no Brasil vão além da Binance e FTX, confira

Difícil falar de outra coisa que não seja FTX e Binance, duas das maiores empresas do mercado, que depois de trocarem 'farpas' nas ree sociais, podem acabar virando 'uma só', com a Binance comprando a FTX que assumiu não tem liquidez para honrar as criptomoedas de todos os usuários que confiaram em seus serviçoes.

Porém o universo cripto não se resume a FTX e Binance, ou há FTT, BNB e Solana (SOL) que também está metida nesse rolo todo, que também inclui a Alameda Research e que também pode respingar (em um efeito contágio) na bybit, BlockFi, entre outras.

Bom, para além desse tema, que certamente vai dar muito o que falar no restante da semana, há muitas outras novidades no mercado. Uma delas inclusive da Binance que fechou uma parceria com a Rádio Mix FM para lançar o podcast CriptoMix.

Comandado pelo músico e empreendedor Conrado Grandino, e pela apresentadora e comunicadora Bruna Allemann, o CriptoMix terá 24 episódios semanais na primeira temporada. Cada episódio tem, em média, 30 minutos de duração e irá ao ar às terça-feiras, às 7h no perfil da Rádio Mix no Spotify, Apple Podcasts e Google Podcasts e também no site da rádio.

Na emissora, os episódios serão disponibilizados no formato de pílulas ao longo da programação. No primeiro episódio, Conrado Grandino e Bruna Allemann conversam sobre a história do dinheiro, passando desde o período da revolução agrícola e escambo até a digitalização e criação das criptomoedas.

ABCripto

A Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto) anunciou um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) e Plano de Trabalho com a Companhia Amazonense de Desenvolvimento e Mobilização de Ativos (CADA), visando o desenvolvimento de ações conjuntas voltadas à educação financeira, criptoeconomia e inovação no âmbito do Estado do Amazonas.

O acordo foi firmado nesta terça-feira (7) durante o Criptorama, primeiro evento de criptoeconomia realizado pela ABCripto.

A parceria ocorre com o objetivo de estreitar laços institucionais, fomentar o desenvolvimento e a educação financeira. A cooperação e o incentivo à criptoeconomia em temas que são relevantes para o crescimento da inovação no estado do Amazonas e do Brasil.

Além disso, busca promover a idealização de estudos e materiais educacionais destinados à população sobre criptoeconomia, blockchain e inovação financeira, dentre outras atividades, visando a propagação dos princípios a inserção e democratização da economia digital, finanças sustentáveis e Criptoeconomia.

“A ABCripto está muito orgulhosa e honrada em fechar o Acordo de Cooperação Técnica com a CADA. A iniciativa vem de encontro com os pilares da nossa Associação e nos permitirá levar mais conhecimento e desenvolvimento para diversas regiões do Brasil”, afirma Bernardo Srur, diretor da ABCripto.

Bitfy

Outra novidade é da Bitfy que anunciou uma parceria com a Dinamo Networks para oferecer segurança na custódia de criptoativos.

"Nos últimos anos, investimos mais de R$ 5 milhões para promover mecanismos mais seguros e transparentes, visando mitigar toda e qualquer forma de vulnerabilidade tecnológica que possa existir às instituições em que prestamos serviços", afirma Lucas Schoch, CEO da Bitfy.mecanismo de custódia própria de criptomoedas para as empresas.

Segundo Marco Zanini, CEO da DINAMO Networks, a Bitfy investiu pesado na proteção das chaves através de tecnologia própria e custódia da chave em hardware criptográfico, o que permite potencializar tudo o que tem de mais valioso em compliance na guarda das chaves, a maturidade dos equipamentos e as certificações.

As chaves dos criptoativos são geradas e protegidas pela criptografia em hardware que conta com a certificação internacional do National Institute of Standards and Technology (NIST), o principal órgão de segurança americano.

Livro

Já o advogado, professor e diretor-presidente da Companhia Amazonense de Desenvolvimento e Mobilização de Ativos (CADA), Acram Isper Jr., lançou a obra “Blockchain como Garantidor do Sistema Eleitoral Brasileiro: Caminhos Para a Segurança Eleitoral”, que explica as vantagens da tecnologia para o Brasil. O lançamento foi realizado durante o Criptorama.

Em seu livro, Acram divide o assunto em quatro partes, abordando desde sua origem, composição e vantagens, além das desvantagens ao sistema eleitoral brasileiro. O tema também abrange legislação nacional e internacional sobre o uso da internet. No Brasil, a regulação é realizada pelo Marco Civil da Internet, de 2014.

“O modo como lidamos socialmente mudou muito e o Estado de Direito precisa encontrar soluções e prevenções de problemas que estejam à altura das ameaças, sejam elas reais ou fantasiosas", explica o advogado e autor do livro.

DUX

Em outra novidade a Fibra.ag e DUX anunciaram a criação da Plug.ag para atuar na comunicação de marcas dentro da Web 3.0.

“A Web 3.0 surge como novo espaço publicitário para as marcas que já perceberam a importância de estar presente nesses novos espaços digitais em franco crescimento. Estamos aliando o know-how de tecnologia da DUX à expertise publicitária da Fibra.ag para, juntos, inserirmos marcas no mercado de games com alta relevância e evidência”, comenta Luiz Octávio Gonçalves Neto, fundador e CEO da DUX.

Entre os diversos tipos de publicidade gamificada que a Plug.ag vai oferecer estão a jogável, ou seja, na qual o público interage com a marca dentro do jogo; a publicidade direcionada à comunidade gamer, dentro de fóruns temáticos, por exemplo; e o marketing de guerrilha, que utiliza de elementos de games e metaverso para engajar o público em uma campanha.

“Até então estávamos voltados apenas para os jogos na Web 3.0, mas entendemos que o futuro da publicidade é a publicidade jogável e isso inclui a Web 2.0. As marcas estão cada vez mais atentas a essa nova realidade e em busca de criar comunidades para apresentar ali seus produtos e serviços, considerando o alto engajamento da comunidade gamer. É isso que a Plug.ag vai entregar”, salienta o CEO da DUX.

Investimento

Neste mês, o analista de investimentos, educador financeiro e co-fundador da Escola de Investimentos, Rodrigo Cohen, anunciou o lançamento de uma comunidde de investidores.

Além de Rodrigo Cohen, o projeto contará com aulas de grande profissionais do mercado como Rafael Zatar, especialista em fundos de investimentos e sócio-fundador da Carteira Z, Luiz Fernando Roxo, especialista em opções e fundador da Zen Economics, Leo Jaguaribe, especialista em criptomoedas, Julio Pereira, especialista em PNL para investimentos, Alice Porto, a Contadora da Bolsa, entre outros nomes.

O aluno terá acesso a cursos variados na plataforma, além de fórum exclusivo para troca entre alunos cadastrados, lives com mercado aberto, recomendações de day trade em parceria com a Quantifique, campeonatos de trades com premiações, torneios e desafios entre os alunos, entre outras funcionalidades.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store