Coin News

NFTs vão transformar o mercado de games, diz organizador da Non Fungible Conference (NFC)

9 Sep, 20225 min readNFT
NFTs vão transformar o mercado de games, diz organizador da Non Fungible Conference (NFC)

Os NFTs (Tokens Não Fungíveis, na sigla em inglês) ainda têm sido vistos com desconfiança por uma parte da comunidade gamer. Mostrar que os tokens web3 podem ser elementos a mais que contribuem com diversão, interesse e até lucratividade nos jogos é uma das missões da Non Fungible Conference (NFC), evento que ocorre na cidade de São Paulo entre segunda (12) e terça-feira (13).

O organizador do evento, Breno Campi, faz um diagnóstico de que as grandes empresas de games ainda estão apartadas da transformação trazida por esse tipo de token e que a comunidade gamer historicamente tem um pé atrás com os “forasteiros” que entram no segmento.

“A verdade é que a qualidade dos jogos ainda está baixa. Na NFC, vamos trazer gente do mercado de games explicando as tecnologias blockchain e web3, como elas estão sendo aplicadas e como vão transformar o mercado, de forma orgânica e agradando toda comunidade gamer”, afirma.

Questionado se o atual “inverno” das criptomoedas pode mudar esse panorama, Campi tem uma visão pragmática: por um lado, lamenta com alguns empregos no setor e, consequentemente, projetos promissores; por outro, avalia que o cenário irá demonstrar quais são os projetos bem estruturados, que sairão ainda mais fortes da crise.

Em entrevista ao Portal do Bitcoin, Campi falou sobre como o mercado atual afeta o desenvolvimento de aplicações Web3, a relação dos gamers com NFTs, os caminhos para do setor para além dos smart contracts e qual papel o Brasil pode desempenhar nesse ecossistema.

Portal do Bitcoin irá realizar a cobertura jornalística do evento, trazendo as novidades e tendências mais importantes do setor para os leitores.

Confira a entrevista com o organizador da NFC

Portal do Bitcoin: A comunidade gamer tem mostrado relutância em aceitar que NFTs sejam inclusos nos jogos. Como o evento pretende mostrar que essa relação pode ser benéfica para ambos os lados?Breno Campi: Hoje temos os dois lados: de um, as grandes empresas do mercado, não querendo participar de perto da transformação do mercado e longe dos desenvolvedores de web3, mantendo o status quo.

E do outro lado, temos os gamers, que historicamente não gostam do que vem de fora da comunidade e que acham que os jogos NFTs são muito ruins, com pouca jogabilidade e praticamente jogados apenas por robôs.

A verdade é que a qualidade dos jogos ainda está baixa. Na NFC, vamos trazer gente do mercado de games explicando as tecnologias blockchain e web3, como elas estão sendo aplicadas e como vão transformar o mercado, de forma orgânica e agradando toda comunidade gamer.

Como o chamado inverno cripto atual afeta o desenvolvimento das aplicações de Web3?Breno Campi: Esse inverno cripto atrapalha muito no desenvolvimento de produtos para a comunidade. A falta de caixa faz pessoas serem cortadas das empresas e as vezes os projetos simplesmente morrem. Mas tem o lado bom disso: agora, ficam praticamente apenas os projetos sérios, e pessoas que têm projetos bem estruturados. Há menos ruído no mercado e golpes. A comunidade fica mais unida.

Após os smart contracts e NFTs, qual aplicação de Web3 irã se popularizar?Breno Campi: Acredito que ainda estamos muito incipientes em questão de aplicação da tecnologia. Smart contracts, como os próprios NFTs, são infraestrutur. As diferentes aplicações ainda estão surgindo, como arte, engajamento e games.

A tendência aponta para aplicações simples, que não dependam do usuário ter conhecimento em blockchain para usar. Vão surgir mídias sociais, carteiras e outras plataformas que facilitam a comercialização e gerenciamento de propriedade digital de forma descentralizada e com uma usabilidade melhor, trazendo uma experiência mais agradável para o usuário.

Como você analisa o mercado brasileiro de NFT e Web3 em comparação ao restante do mundo?Breno Campi: O Brasil é um dos países mais amistosos ao cripto e referência global em criatividade. A gente vê isso tanto no dia-a-dia dos nossos cidadãos quanto em marketing digital. Muitos postos estratégicos de empresas gringas de web3 são preenchidos por brasileiros, como no caso da Dapper Labs, com o Arthur Câmara sendo CEO e membro do founding team, e o Rafael Morado como VP Criativo.

O ecossistema brasileiro, apesar de ter cases fora da curva, como 2TM e Hashdex, tem ainda as startups se estruturando e escalando.

Temos muita confiança de que o que estamos construindo vai tornar o Brasil referência global. O objetivo principal do nosso evento sempre foi fazer a ponte entre mercado tradicional e web3, criando conexões e acelerando a maturação do mercado. Quanto mais pessoas estiverem participando e discutindo sobre o assunto, mais rápido vamos crescer e gerar prosperidade para muitas pessoas e colocar o nosso país na vanguarda internacional.

Serviço: onde, quando e como

Non Fungible Conference (NFC)Dias e horários: 12 e 13 de setembro, das 09h às 19h.Local: Unibes Cultural – R. Oscar Freire, 2500 – Sumaré, São PauloInscrições: site oficial do evento

Os NFTs são uma revolução no mercado cripto. Você quer aprender na prática com os maiores especialistas do Brasil como aproveitar as oportunidades que estão atraindo milhões de pessoas do mundo todo? Compre aqui seus ingressos para a Non Fungible Conference (NFC), evento que agita a capital paulista nos dias 12 e 13 de setembro

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store