Coin News

Netflix não vai permitir anúncios sobre criptomoedas

38 min ago3 min readOther
Netflix não vai permitir anúncios sobre criptomoedas

A gigante do streaming Netflix se prepara para incluir anúncios em seu serviço a fim de torná-lo mais acessível. No entanto, a empresa já adiantou que não vai permitir anúncios relacionados a criptomoedas.

De acordo com o portal The Sydney Morning Herald, a Netflix já está em conversas com anunciantes locais na Austrália para o novo serviço, com lançamento previsto para ainda este ano.

Mas a empresa não permitirá qualquer tipo de anúncio. Além do banimento ao marketing relativo a criptomoedas, a Netflix também não vai veicular propagandas de jogos de azar, de política ou anúncios com foco em crianças. Além disso, é possível que a empresa restrinja anúncios farmacêuticos também.

Netflix sem anúncios de cripto

Com relação às criptomoedas, não está claro se a proibição se aplicará apenas à Austrália ou a todos os países que receberem o serviço com suporte para anúncios, como EUA, Reino Unido, Canadá, França e Alemanha.

Vale ressaltar que em agosto, a Austrália anunciou planos para regular os criptoativos sobretudo com relação a anúncios. As propagandas relacionadas a cripto no país têm que garantir que os usuários sejam “adequadamente informados e protegidos”.

Embora as regras não proíbam os anúncios em si, pode ser que a Netflix não queira ter que arcar com essas responsabilidades.

Ao portal The Sydney Morning Herald, a Netflix informou que as suas políticas de anúncios ainda são incertas. De acordo com um porta-voz da empresa, a política “ainda está nos primeiros dias” e nenhuma decisão é definitiva:

“Ainda estamos nos primeiros dias para decidir como lançar uma opção com preço mais baixo e suportada por anúncios. Não tomamos nenhuma decisão. Tudo isso é apenas especulação neste momento.”

Caso a Netflix prossiga com a proibição, ela se juntará a uma lista de outras gigantes de tecnologia que não permitem o marketing de criptomoedas. Google, Facebook (agora Meta) e Twitter, por exemplo, baniram anúncios de criptomoedas em 2018. Mas no ano passado as duas primeiras empresas flexibilizaram as suas políticas.

Netflix com anúncios

O presidente-executivo da Netflix, Reed Hastings, disse em abril que a empresa começaria a explorar uma opção de conta mais barata baseada em anúncios. Em julho, a Netflix anunciou haver firmado uma parceria com a gigante Microsoft para desenvolver o serviço.

Conforme informou o portal, espera-se que o serviço custe cerca de US$ 8. Ou seja, pouco mais de R$ 40 na cotação atual em reais. Fontes disseram que a conta com publicidade deve chegar à Austrália já no mês de novembro.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store