Coin News

Movimento tímido do Bitcoin abre espaço para alta pós-Jackson Hole, defende analista

25 Aug, 20225 min readBitcoin
Movimento tímido do Bitcoin abre espaço para alta pós-Jackson Hole, defende analista

Com os mercados atentos às próximas sinalizações do Federal Reserve em sua política de aperto monetário para conter a inflação, traders têm buscado prever o impacto dos próximos eventos e precificá-lo com antecedência, preparando posições para um cenário de maior volatilidade.

O presidente do Fed, Jerome Powell, vai discursar nesta sexta-feira (26) no simpósio anual de Jackson Hole, um encontro com banqueiros centrais do mundo todo no qual o banco central americano já fez anúncios importantes no passado.

À espera das falas da autoridade monetária, os ativos de risco ficaram sob pressão enquanto o dólar e os rendimentos dos títulos do governo americano subiram, precificando comentários hawkish (isto é, favoráveis a juros mais elevados). O movimento deixou a porta aberta para uma oportunidade de compra de ativos de risco caso Powell atenda às expectativas ou soe menos agressivo do que o esperado, disseram analistas com quem o CoinDesk conversou.

Principal criptomoeda por valor de mercado, o Bitcoin (BTC) caiu 13% desde que atingiu o patamar dos US$ 25 mil, em 15 de agosto. No mesmo período, o índice Nasdaq 100 perdeu quase 6%, enquanto o índice do dólar, que mede a força da moeda americana em relação a uma cesta de divisas, saltou 2,5%. Já o rendimento dos títulos de 10 anos dos EUA aumentou quase 30 pontos-base.

“O mercado tem precificado uma chance de 72% de um aumento de 75 pontos-base na taxa [de juros dos EUA], o terceiro consecutivo. Meu cenário sobre o qual tenho escrito e negociado aponta para um dólar em alta antes [da fala] de Powell, e [para o fenômeno] ‘compre o boato e venda o fato'”, Marc Chandler, estrategista-chefe de mercado da Bannockburn Global Forex e autor do livro “Making Sense of the Dollar”, disse. “Então, assim que Powell começar a falar, espere um recuo do dólar”.

Reação no mercado cripto

A expectativa é de que o Bitcoin se mova na direção oposta ao dólar e à fraqueza da moeda americana após o discurso de Powell, podendo impulsionar um aumento nas compras da criptomoeda.

De acordo com analistas do ING, o discurso de Powell pode ser equilibrado com uma sugestão indireta de que mais aumentos nas taxas podem ser esperados além de setembro.

“Ele pode optar por seguir um caminho bastante evasivo; ele não precisa fazer nenhuma declaração ousada”, escreveram analistas na quarta-feira, acrescentando que “existe o risco de que o mercado tenha exagerado na construção de portfólio para um comentário hawkish”.

Operadores de taxas de juros já aumentaram as apostas de que o Fed entregará sua terceira alta de 75 pontos-base (0,75 ponto percentual) em setembro e continuará subindo os juros em novembro e dezembro.

Leia também

“Hawkish” ou “dovish”?

Jackson Hole: por que o histórico encontro de banqueiros centrais será monitorado ainda mais de perto pelos investidores em 2022

Simpósio anual é conhecido por adiantar cenários econômicos e monetários e começa nesta quinta (25); fala de Powell é o grande destaque

Além disso, os traders agora esperam que o ciclo de alta em andamento do Fed atinja um pico em torno de 3,8%, acima dos 3,3% esperados no início deste mês. O banco central elevou sua taxa de juros overnight de referência em 225 pontos-base este ano para uma faixa de 2,25% a 2,50%, injetando volatilidade no mercado de criptomoedas.

Outra razão pela qual a criptomoeda pode saltar após o evento de amanhã é que os ativos de risco recentemente tenderam a se concentrar em frases dovish do Fed, mesmo que sejam poucas e espaçadas, acompanhadas por comentários relativamente agressivos. E o padrão pode se repetir após o discurso de Powell.

Os mercados se recuperaram depois que o comunicado do Fed de julho aventou a possibilidade de uma desaceleração do aperto monetário em algum momento, ignorando a disposição de tolerar recessão econômica para reduzir a inflação.

Os ativos de risco se comportaram de maneira semelhante, com o Bitcoin subindo de US$ 23 mil para quase US$ 25 mil depois que o Fed publicou, em 17 de agosto, a ata da reunião de julho. “Acho que não importa o que Powell diga ou o Fed faça, o mercado insiste em ler e ouvir ele dovish”, disse Chandler, da Bannockburn Global Forex.

O elefante na sala

Além das taxas de juros, Powell também pode dar sua opinião sobre o atual aperto quantitativo, o processo de redução do balanço patrimonial de US$ 9 trilhões do banco central.

O movimento de redução começou em junho e aumentará para US$ 95 bilhões por mês em setembro, por meio da limitação de reinvestimentos de ativos próximos do vencimento. Isso deve reduzir o tamanho do balanço patrimonial em US$ 2,2 trilhões até o final de 2024, segundo a agência de notícias Reuters.

O Fed ainda não planeja vendas definitivas de ativos, mas o Banco da Inglaterra, por outro lado, já opta por essa via mais dura. Se Powell sugerir um movimento semelhante, os ativos de risco provavelmente terão maior volatilidade.

“O aperto quantitativo é o elefante na sala”, disse Lewis Harland, pesquisador da Decentral Park Capital, ao CoinDesk no início deste mês.

Por volta das 8h30 (horário de Brasília), o Bitcoin era negociado na casa dos US$ 21.700.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store