Coin News

Monetização do Twitter e liberdade de expressão motivaram aporte de US$ 500 milhões da Binance, diz CZ

1 Nov, 20223 min readOther
Monetização do Twitter e liberdade de expressão motivaram aporte de US$ 500 milhões da Binance, diz CZ

O CEO da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, explicou as razões por trás do investimento de US$ 500 milhões na compra do Twitter por Elon Musk, citando o potencial de monetização, a liberdade de expressão da comunidade cripto e a oportunidade de eventualmente “ajudar a trazer o Twitter para a Web3”.

O depoimento de CZ foi dado durante um segmento do CNBC Squawk Box em 31 de outubro, quando ele observou ainda:

“Acredito que o Twitter não foi bem monetizado, não cresceu bem, há muitos problemas estratégicos, como bots que enviam spam em comentários às minhas postagens, há contas de golpistas lá, não está sendo bem executado.”

“Mas acho que a plataforma tem um enorme valor em si, e especialmente agora com Elon no comando, estamos muito confiantes”, acrescentou.

A Binance não vacilou em seu apoio à aquisição do Twitter por Musk desde que anunciou seu apoio em maio de 2022. Outros coinvestidores incluem a Sequoia Capital Fund, a Fidelity Management e a Research Company.

O CEO da Binance disse que a difícil avaliação de preço do Twitter não impactou sua decisão de investimento, pois ele considera as perspectivas de longo prazo da empresa fortes, dando às criptomoedas um “assento à mesa” quando se trata de liberdade de expressão:

“Somos investidores de longo prazo, acreditamos em empreendedores fortes, acreditamos em plataformas fortes, acreditamos na liberdade de expressão, então uma pequena flutuação de preços mensalmente não nos incomoda.”

No entanto, as decisões sobre quais contas do Twitter serão reativadas não estarão nas mãos de Musk, que disse que um novo “conselho de moderação de conteúdo” terá o dever de determinar quais perfis de usuários banidos serão restaurados.

No entanto, o empresário bilionário confirmou em uma publicação no Twitter que o conselho exercerá seu arbítrio com “pontos de vista amplamente diversos”.

CZ também justificou o investimento como parte de seus planos para desempenhar um papel na eventual transição do Twitter para a Web3, como a adição de pagamentos baseados em criptomoedas à plataforma de mídia social:

“Queremos ajudar a resolver esses problemas imediatos, como a cobrança de assinaturas [....] que podem ser feitas com muita facilidade usando criptomoedas como meio de pagamento.”

De acordo com uma reportagem da Reuters publicada em 28 de outubro, a exchange de criptomoedas planeja criar uma equipe dedicada a trabalhar em possíveis soluções baseadas em criptomoedas e blockchain para o Twitter.

A nova equipe desenvolverá soluções on-chain para resolver problemas como contas de bots de spam.

O investimento de US$ 500 milhões da Binance no Twitter torna a exchange de criptomoedas o quarto maior acionista da plataforma de mídia social entre 19 investidores.

O Twitter não é mais uma empresa de capital aberto. Suas ações deixaram de ser negociadas na Bolsa de Valores de Nova York em 28 de outubro, após a decisão de Musk de tornar a empresa privada.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store