Coin News

‘Na mira’: FTX enfrenta investigação da SEC e da CFTC, além do DoJ e de regulador da Califórnia

11 Nov, 20223 min readRegulation
‘Na mira’: FTX enfrenta investigação da SEC e da CFTC, além do DoJ e de regulador da Califórnia

O pesadelo da exchange de criptomoedas FTX parece não ter fim. Após entrar numa crise séria devido a problemas de insolvência, paralisar os saques dos clientes, ter ativos bloqueados nas Bahamas e “contagiar” outras empresas com as suas dificuldades financeiras, a FTX está na mira das autoridades – mais uma vez.

Conforme noticiou a Bloomberg, tanto a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) quanto a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) estão investigando a exchange de criptomoedas problemática liderada por Sam Bankman-Fried (SBF). Os reguladores investigam a empresa por sua má gestão de fundos de clientes e por seu relacionamento com a Alameda Research.

De acordo com a reportagem, a SEC começou a investigar as atividades e as operações de empréstimos de criptomoedas da FTX dos EUA há alguns meses. Vale destacar que, segundo SBF, a FTX.US não está com problemas de liquidez ou com dificuldades financeiras. Na quinta-feira (10), ele afirmou em sua conta no Twitter que os problemas atingem apenas a FTX global. Mas agora, devido à crise recente, a CTFC e a SEC expandiram as investigações para a FTX global.

Ainda segundo a reportagem, os reguladores estão procurando ativamente quaisquer sobreposições de administração ou diretoria executiva entre a FTX e a FTX.US. Ao mesmo tempo, analisam quaisquer laços financeiros entre as duas exchanges.

DoJ dos EUA também investiga FTX

Além da SEC e da CTFC, a exchange de Bankman-Fried também enfrenta investigações por parte do Departamento de Justiça dos EUA, conforme o Wall Street Journal. O departamento entrou em contato inclusive com a Binance para obter informações sobre suas recentes interações com a FTX. Destaca-se que a Binance e a FTX chegaram a negociar um acordo de resgate da corretora de SBF. Mas a exchange de CZ acabou desistindo do negócio ao realizar a sua due diligence e constatar problemas sérios nas finanças da FTX.

Outro órgão que está de olho na FTX é o Departamento de Proteção Financeira e Inovação da Califórnia. O regulador anunciou na quinta-feira (10) que também está investigando a FTX. O departamento não, no entanto, forneceu muitos detalhes sobre o caso em seu comunicado à imprensa. Em vez disso, disse apenas que estava “investigando o aparente fracasso da plataforma de criptoativos FTX”.

“A DFPI é a agência responsável por administrar as leis de empréstimos e bancos do estado, a recente Lei de Proteção Financeira ao Consumidor da Califórnia e as leis de valores mobiliários do estado, que governam corretoras, consultores de investimentos e commodities”, diz trecho da nota.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store