Coin News

Mesmo apoiando hard fork, Justin Sun compra R$ 137 milhões em ETH

3 Sep, 20223 min readEthereum
Mesmo apoiando hard fork, Justin Sun compra R$ 137 milhões em ETH

O criador da Tron e principal investidor da exchange Poloniex, Justin Sun, declarou seu apoio a um eventual hard fork do Ethereum, conforme noticiou o CriptoFácil. No entanto, isso não impediu Sun de comprar o equivalente a R$ 137 milhões em Ether (ETH) nos últimos quatro dias.

De acordo com o explorador de blocos Etherscan, o executivo adquiriu a quantia por meio de duas transações separadas. Ao que tudo indica, Sun pode ter realizado a operação para conseguir tokens extras caso o Ethereum se divida em duas redes diferentes.

Justin Sun está apoiando o plano de hard fork EthereumPoW (ETHPoW) e já disse que a Poloniex listará o token da rede. Além disso, Sun revelou que pretende doar tokens para apoiar a comunidade e o ecossistema de mineração via Prova de Trabalho (PoW, na sigla em inglês).

Justin Sun compra tokens antes do The Merge

A empresa especializada em identificação de transações Nansen divulgou a informação. Sua equipe localizou um endereço e marcou-o como “Justin Sun”. De acordo com os dados, a carteira adicionou 20.633 ETH em duas transações esta semana.

Na primeira operação, Sun adicionou 5.633,05 ETH, no valor de R$ 45 milhões, na segunda-feira (29 de agosto). O executivo realizou a compra através da própria Poloniex.

Em seguida, já nesta sexta-feira (2), Sun adicionou mais 14.999,87 ETH no valor de quase R$ 90 milhões na cotação atual.

O endereço da carteira agora tem 268.280,58 ETH ao todo, no valor de US$ 425 milhões. Em valores convertidos, a carteira possui R$ 2,2 bilhões. O patrimônio líquido da carteira em ETH é de 277.685,98, o que representa mais de US$ 440 milhões.

Movimento para obter tokens?

O fundador da Tron, Justin Sun, é um dos principais apoiadores do hard fork planejado pelo minerador chinês Chandler Guo. Esta divisão tem como objetivo criar um Ethereum que mantenha a mineração atual, ou seja, o consenso via PoW.

Depois que o Ethereum mudar para a prova de participação (PoS), os mineradores se tornarão obsoletos. Consequentemente, os mineradores deverão perder muita receita, daí a opção por dividir a rede.

No entanto, o cofundador do Ethereum, Vitalik Buterin, e outros influenciadores de criptomoedas acreditam que os mineradores devem mudar para o Ethereum Classic (ETC). De fato, o poder de processamento da rede cresceu de maneira exponencial nas últimas semanas.

Por outro lado, Sun pode ter comprado mais ETH com o objetivo de acumular a criptomoeda e, assim, ganhar mais tokens ETHW caso a divisão ocorra. Outros investidores também estão tomando esta atitude, que chegou a valorizar o preço do ETH em alguns momentos.

Preços do ETH e ETC

Enquanto o esperado dia 15 de setembro não chega, os investidores continuam buscando exposição ao ETH por causa d The Merge. Nesse sentido, o preço do ETH chegou a voltar para US$ 2.000, mas sofreu uma nova correção. Hoje, um ETH vale cerca de US$ 1.600, ou R$ 8.384 em valores atuais.

Enquanto isso, o preço do ETC está subindo, já que os mineradores provavelmente mudarão para o Ethereum Classic após o The Merge. O preço está sendo negociado a US$ 33,26, ou R$ 172,79, um aumento de 6,17% nas últimas 24 horas.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store