Coin News

Mercado de criptomoedas perde mais de R$ 1 trilhão com a crise

4 d ago3 min readBitcoin
Mercado de criptomoedas perde mais de R$ 1 trilhão com a crise

Muitos investidores estão tirando dinheiro do mercado cripto, afugentados pela nova onda de desvalorização que atinge as principais criptomoedas nesta quinta-feira (12). Com o Bitcoin (BTC) batendo sua pior cotação desde 2020 e o Ethereum (ETH) caindo abaixo de US$ 2 mil, mais de US$ 200 bilhões — mais de R$ 1 trilhão, pela cotação atual — evaporaram do setor nas últimas 24 horas.

De acordo com o CoinMarketCap, a capitalização total do mercado de criptomoedas caiu de US$ 1,419 trilhão na quarta-feira para os atuais US$ 1,208 trilhão — uma perda de US$ 211 bilhões no dia, o equivalente a R$ 1,01 trilhão.

Se as quedas continuarem, a capitalização geral dos criptoativos arrisca cair abaixo do nível de US$ 1 trilhão, um cenário não visto desde janeiro de 2021. O valor seria apenas um terço do recorde de US$ 2,9 trilhões que chegaram a ser alocados no setor, no final do ano passado.

A crise que atinge o mercado cripto desde o final de semana foi desencadeada pelo colapso do ecossistema da Terra. A turbulência causada pela perda de paridade com o dólar da stablecoin algorítmica TerraUSD (UST) culminou também no colapso da criptomoeda LUNA.

O token, que em abril atingiu um recorde de preço de US$ 119, agora vale apenas US$ 0,02, resultado de uma queda de 97,2% apenas nas últimas 24 horas, segundo o CoinGecko.

Já o UST, que deveria sempre ser negociado por US$ 1 por ser uma stablecoin pareada ao dólar americano, chegou a bater uma mínima histórica de US$ 0,29 na quarta-feira (11).

Os efeitos dessa crise são sentidos nos principais ativos do setor. Por volta das 11h desta quinta-feira, o bitcoin está cotado a US$ 28.381, em queda de 4% no dia, enquanto o ether desvaloriza 12% no período, valendo agora US$ 1.940.

Traders no prejuízo

A fuga de capital do setor de criptomoedas hoje também foi piorada por uma onda de liquidações no mercado de futuros.

Neste tipo de negociação, o trader tenta prever qual será o desempenho de um determinado ativo no futuro. Ou seja, se o preço vai subir (long) ou cair (short). A contínua queda das criptomoedas hoje liquidou aqueles que apostavam na alta.

De acordo com dados da CoinGlass, mais de 430 mil traders tiveram US$ 1,2 bilhão – pouco mais de R$ 6 bilhões – em criptomoedas liquidadas nas últimas 24 horas.

O bitcoin representou a maior parte dessas liquidações, cerca de US$ 370,5 milhões. Em segundo lugar está o ether, correspondendo US$ 289 milhões das negociações, seguido por LUNA, com US$ 57,1 milhões.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store