Coin News

Mercado Bitcoin lança plataforma com colecionáveis digitais de Santos, Vasco da Gama e Bahia

2 h ago3 min readBitcoin
Mercado Bitcoin lança plataforma com colecionáveis digitais de Santos, Vasco da Gama e Bahia

O Mercado Bitcoin (MB), maior plataforma de ativos digitais da América Latina, amplia o portfólio de produtos para os amantes do futebol com o lançamento da plataforma de colecionáveis digitais, em parceria com a Block4.

A novidade contemplará as obras de três grandes clubes de futebol: Club de Regatas Vasco da Gama, Santos Futebol Clube e Esporte Clube Bahia. A galeria terá seus arquivos como TiBS – itens multimídia que podem representar imagens, vídeos, áudios ou arquivos 3D em conteúdos colecionáveis.

Alguns dos itens digitais colecionáveis disponíveis na nova plataforma podem atrair ainda mais a atenção do público, uma vez que são ativos raros, como os ingressos do primeiro e do segundo Jogo da Final do Campeonato Mundial Interclubes de 1962. Os NFTs do ticket são arquivos 3D que acompanham o descritivo e áudio com melhores lances e gols da partida.

O Vasco, recém-classificado para a Série A do campeonato brasileiro, é o clube que detém a maior coleção dentro da plataforma, com figurinhas digitais dos grandes clássicos do clube no campeonato carioca, camisas históricas, moedas colecionáveis e itens do ex-jogador Roberto Dinamite, um dos maiores artilheiros do time.

Para incentivar a compra dos itens, o MB vai premiar todos os clientes que comprarem qualquer um dos ativos na plataforma, entre os dias 24 de novembro e 18 de dezembro, com um NFT exclusivo – Torcendo pelo Hexa. Além disso, a exchange também está oferecendo cashback para novos clientes, pessoa física ou jurídica, que abrirem suas contas e fizerem uma primeira compra, a partir de R$ 50 em qualquer ativo, até 18 de dezembro. Para conferir as condições, basta acessar o site: https://campanhas.mercadobitcoin.com.br/modo-hexa

Para Fabricio Tota, Diretor de Novos Negócios do MB, a plataforma reforça as ações ligadas aos esportes, principalmente ao futebol: “os esportes e a criptoeconomia têm uma relação bastante relevante e nós sempre estivemos à frente disso. Fomos os primeiros a tokenizar os mecanismos de solidariedade da FIFA, com o Vasco e depois com o Santos”.

A grande movimentação dos Fan Tokens, comprova que é cada vez maior o interesse dos investidores e torcedores em torno desse tipo de ativo. “Nos primeiros vinte dias do mês de novembro, negociamos mais de R$ 23 milhões em Fan Tokens e em dez dias, os tokens da seleção portuguesa subiram 30%.”, reforça Tota.

Sobre a plataforma de colecionáveis

Acessado com o mesmo login utilizado nos sistemas do MB, a plataforma permite pagamentos em PIX e cartão de crédito, ao mesmo tempo que facilita a venda dos TiBS no mercado secundário. A dinâmica de interação dos colecionáveis também prevê a geração de novos ativos a partir do pacote de itens sorteados de forma aleatória e resgate de experiências fora do ambiente digital.

Planos futuros do projeto envolvem a implementação da função de presentear TiBS a outros usuários, uma vez que o formato é aberto, com possibilidade de integração por qualquer desenvolvedor utilizando Blockchain.

Para acessar as coleções exclusivas, clientes do MB podem clicar no item desejado e efetuar o pagamento. Após a compra, um certificado de originalidade e propriedade do item digital é emitido. Os TiBS permitem a verificação de sua propriedade de forma independente e descentralizada em qualquer aplicação (jogos, sites, plataformas, aplicativos) que, no futuro, seja compatível com as propriedades dos colecionáveis.

Source

Subscribe to get our top stories

Coin News
App StoreApp Store